0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Familiares de presos custodiados no sistema penitenciário do Rio Grande do Norte realizam, na manhã desta terça-feira (30), um protesto em frente à Governadoria do Estado, no Centro Administrativo, cobrando melhores condições para os detentos.

O ato é realizado por um grupo de cerca de 20 pessoas, que levaram cartazes e faixas com frases como “Preso tem família” e “Chega de opressão no sistema prisional”.

Antes do ato na porta da Governadoria, as famílias fizeram uma caminhada pela Avenida Senador Salgado Filho. Os manifestantes tentaram entrar no Centro Administrativo, mas os portões foram fechados pelos seguranças.

De acordo com os parentes, os presos estão sendo submetidos a condições degradantes nos presídios potiguares. Eles reclamam de alimentação precária e falta de acesso a medicamentos e materiais de higiene.

“Estamos em um protesto pacífico lutando pelos direitos dos nossos familiares. Nós queremos medicação, que os presos tenham acesso a alimentação digna, que sejam ressocializados. Chegamos na visita e nossos entes queridos estão com fome, desidratados, sem medicação. Os materiais de higiene, chega para uns, para 50 falta. O momento da visita é cada 30 dias, 2 horas, só de relato triste”, disse uma mulher que não se identificou, em entrevista ao Via Certa Natal.

Os manifestantes também reclamam da conduta dos policiais penais e dos gestores da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). “Os presos são seres humanos, são nossos parentes. Vários saem mortos por negligência médica. O sistema está criando verdadeiros monstros”, afirmou a mesma mulher.

Procurada, a Seap informou que a Ouvidoria da Secretaria está recebendo as queixas dos familiares e vai apurar as denúncias.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Familiares de presos do RN protestam na Governadoria: “Nossos entes queridos estão com fome”



Familiares de presos custodiados no sistema penitenciário do Rio Grande do Norte realizam, na manhã desta terça-feira (30), um protesto em frente à Governadoria do Estado, no Centro Administrativo, cobrando melhores condições para os detentos.

O ato é realizado por um grupo de cerca de 20 pessoas, que levaram cartazes e faixas com frases como “Preso tem família” e “Chega de opressão no sistema prisional”.

Antes do ato na porta da Governadoria, as famílias fizeram uma caminhada pela Avenida Senador Salgado Filho. Os manifestantes tentaram entrar no Centro Administrativo, mas os portões foram fechados pelos seguranças.

De acordo com os parentes, os presos estão sendo submetidos a condições degradantes nos presídios potiguares. Eles reclamam de alimentação precária e falta de acesso a medicamentos e materiais de higiene.

“Estamos em um protesto pacífico lutando pelos direitos dos nossos familiares. Nós queremos medicação, que os presos tenham acesso a alimentação digna, que sejam ressocializados. Chegamos na visita e nossos entes queridos estão com fome, desidratados, sem medicação. Os materiais de higiene, chega para uns, para 50 falta. O momento da visita é cada 30 dias, 2 horas, só de relato triste”, disse uma mulher que não se identificou, em entrevista ao Via Certa Natal.

Os manifestantes também reclamam da conduta dos policiais penais e dos gestores da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). “Os presos são seres humanos, são nossos parentes. Vários saem mortos por negligência médica. O sistema está criando verdadeiros monstros”, afirmou a mesma mulher.

Procurada, a Seap informou que a Ouvidoria da Secretaria está recebendo as queixas dos familiares e vai apurar as denúncias.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos