Imagem Mídias sociais

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O vereador Pablo Aires (PSB) se pronunciou em resposta ao Inquérito Civil aberto pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

No comunicado à sociedade, o Pablo afirmou que confia no processo de investigação para esclarecer os eventos relacionados ao seu nome, buscando estabelecer a verdade dos acontecimentos. Acrescentou que nunca houve e não tolera qualquer prática abusiva em seu gabinete parlamentar. Em relação à chefia do seu gabinete, destacou que a função é desempenhada por uma profissional de gestão de recursos humanos, com mais de 10 anos de experiência.

Pablo Aires disse ainda estar à disposição para colaborar com as autoridades competentes, reforçando sua confiança no devido processo legal. O vereador busca, assim, assegurar a transparência na apuração dos eventos mencionados no Inquérito Civil.

O Inquérito, conduzido pelo procurador Afonso de Paula Pinheiro Rocha, vinculado à Procuradoria Regional do Trabalho da 21ª Região, tem como objetivo investigar denúncias de assédio moral, ameaças de demissão e perseguição no próprio gabinete do parlamentar, na Câmara Municipal de Mossoró. A portaria referente à investigação foi assinada sob o número 208.2023.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Vereador Pablo Aires, de Mossoró, se defende de acusações que envolvem má aplicação de recursos



O vereador Pablo Aires (PSB) se pronunciou em resposta ao Inquérito Civil aberto pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

No comunicado à sociedade, o Pablo afirmou que confia no processo de investigação para esclarecer os eventos relacionados ao seu nome, buscando estabelecer a verdade dos acontecimentos. Acrescentou que nunca houve e não tolera qualquer prática abusiva em seu gabinete parlamentar. Em relação à chefia do seu gabinete, destacou que a função é desempenhada por uma profissional de gestão de recursos humanos, com mais de 10 anos de experiência.

Pablo Aires disse ainda estar à disposição para colaborar com as autoridades competentes, reforçando sua confiança no devido processo legal. O vereador busca, assim, assegurar a transparência na apuração dos eventos mencionados no Inquérito Civil.

O Inquérito, conduzido pelo procurador Afonso de Paula Pinheiro Rocha, vinculado à Procuradoria Regional do Trabalho da 21ª Região, tem como objetivo investigar denúncias de assédio moral, ameaças de demissão e perseguição no próprio gabinete do parlamentar, na Câmara Municipal de Mossoró. A portaria referente à investigação foi assinada sob o número 208.2023.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos