Imagem Foto: Anderson Régis

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O comércio varejista no Rio Grande do Norte continua em ascensão, conforme apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em março deste ano, o setor registrou um aumento de 2,1% em termos reais em comparação ao mês anterior, marcando o quinto mês consecutivo de crescimento.

Os dados revelam que o desempenho do estado superou a média nacional, que se manteve estável em relação a fevereiro. Além disso, o Rio Grande do Norte se posicionou em terceiro lugar entre os estados nordestinos, ficando atrás apenas de Sergipe, com crescimento de 3,7%, e Bahia, com 3,1%.

Comparado ao mesmo período do ano anterior, o comércio varejista potiguar apresentou um crescimento ainda mais expressivo, alcançando 5,9% em termos reais.

O presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, atribuiu o bom desempenho do estado a uma série de fatores positivos, como a redução da taxa de juros, da inflação e do desemprego, bem como o aumento real do salário mínimo e dos benefícios sociais.

No acumulado do primeiro trimestre de 2024, as vendas do comércio varejista no RN registraram uma alta de 6,0% em termos reais em comparação com o mesmo período do ano anterior. Este crescimento superou a média nacional (+5,9%), indicando uma tendência positiva para o setor no estado, que havia apresentado um crescimento mais modesto no início do ano anterior, com apenas 1,4%.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Vendas no varejo do RN ficam 2,1% acima da média nacional, aponta IBGE



O comércio varejista no Rio Grande do Norte continua em ascensão, conforme apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em março deste ano, o setor registrou um aumento de 2,1% em termos reais em comparação ao mês anterior, marcando o quinto mês consecutivo de crescimento.

Os dados revelam que o desempenho do estado superou a média nacional, que se manteve estável em relação a fevereiro. Além disso, o Rio Grande do Norte se posicionou em terceiro lugar entre os estados nordestinos, ficando atrás apenas de Sergipe, com crescimento de 3,7%, e Bahia, com 3,1%.

Comparado ao mesmo período do ano anterior, o comércio varejista potiguar apresentou um crescimento ainda mais expressivo, alcançando 5,9% em termos reais.

O presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, atribuiu o bom desempenho do estado a uma série de fatores positivos, como a redução da taxa de juros, da inflação e do desemprego, bem como o aumento real do salário mínimo e dos benefícios sociais.

No acumulado do primeiro trimestre de 2024, as vendas do comércio varejista no RN registraram uma alta de 6,0% em termos reais em comparação com o mesmo período do ano anterior. Este crescimento superou a média nacional (+5,9%), indicando uma tendência positiva para o setor no estado, que havia apresentado um crescimento mais modesto no início do ano anterior, com apenas 1,4%.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos