Três pessoas são condenadas à prisão por insultos racistas contra Vinicius Jr.



Imagem Imagem Vinicius Jr. faz gesto de resistência contra o racismo Foto: Reprodução
0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

A La Liga, entidade responsável pelo Campeonato Espanhol de futebol, anunciou nesta segunda-feira (10) que três pessoas foram condenadas à prisão por proferirem insultos racistas contra o jogador brasileiro Vinicius Jr. Essa sentença marca a primeira condenação desse tipo na história da Justiça espanhola.

Detalhes do Incidente

Os insultos racistas ocorreram durante uma partida entre Valencia e Real Madrid em maio do ano passado. Os torcedores do Valencia foram identificados e levados a julgamento, onde foram considerados culpados por crime contra a integridade moral, com o agravante de discriminação por motivos racistas.

Sentença e Punições

Os três torcedores receberam uma pena de oito meses de prisão e foram condenados a arcar com os custos do processo. Além disso, eles estão proibidos de frequentar estádios que recebam jogos organizados pela La Liga ou pela Real Federação Espanhola de Futebol por um período de dois anos.

A La Liga destacou em sua nota que “esta é a primeira condenação desse tipo proferida na Espanha, após processo levado aos tribunais pela La Liga, com o apoio da Real Federação Espanhola de Futebol, do Real Madrid e, nas últimas semanas, da própria vítima, Vinicius Jr”.

Pedido de Desculpas

Durante a audiência, os réus leram uma carta pedindo desculpas a Vinicius Jr. e ao Real Madrid. Este ato foi considerado um passo importante no reconhecimento da gravidade de seus atos e no pedido de desculpas público.

Reação da La Liga

Javier Tebas, presidente da La Liga, afirmou que a decisão representa um avanço significativo na luta contra o racismo na Espanha: “Essa decisão é uma ótima notícia no que diz respeito à luta contra o racismo na Espanha, pois repara o mal sofrido por Vinicius Jr. e envia uma mensagem clara às pessoas que vão a um estádio de futebol para desfilar insultos. A La Liga irá identificá-los, denunciá-los e haverá consequências criminais para eles”.

A sentença representa um marco na justiça esportiva e um passo crucial na luta contra o racismo no futebol, reforçando a necessidade de medidas rigorosas para garantir a integridade e o respeito no esporte.

4o




O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Três pessoas são condenadas à prisão por insultos racistas contra Vinicius Jr.



Imagem Imagem Vinicius Jr. faz gesto de resistência contra o racismo Foto: Reprodução


A La Liga, entidade responsável pelo Campeonato Espanhol de futebol, anunciou nesta segunda-feira (10) que três pessoas foram condenadas à prisão por proferirem insultos racistas contra o jogador brasileiro Vinicius Jr. Essa sentença marca a primeira condenação desse tipo na história da Justiça espanhola.

Detalhes do Incidente

Os insultos racistas ocorreram durante uma partida entre Valencia e Real Madrid em maio do ano passado. Os torcedores do Valencia foram identificados e levados a julgamento, onde foram considerados culpados por crime contra a integridade moral, com o agravante de discriminação por motivos racistas.

Sentença e Punições

Os três torcedores receberam uma pena de oito meses de prisão e foram condenados a arcar com os custos do processo. Além disso, eles estão proibidos de frequentar estádios que recebam jogos organizados pela La Liga ou pela Real Federação Espanhola de Futebol por um período de dois anos.

A La Liga destacou em sua nota que “esta é a primeira condenação desse tipo proferida na Espanha, após processo levado aos tribunais pela La Liga, com o apoio da Real Federação Espanhola de Futebol, do Real Madrid e, nas últimas semanas, da própria vítima, Vinicius Jr”.

Pedido de Desculpas

Durante a audiência, os réus leram uma carta pedindo desculpas a Vinicius Jr. e ao Real Madrid. Este ato foi considerado um passo importante no reconhecimento da gravidade de seus atos e no pedido de desculpas público.

Reação da La Liga

Javier Tebas, presidente da La Liga, afirmou que a decisão representa um avanço significativo na luta contra o racismo na Espanha: “Essa decisão é uma ótima notícia no que diz respeito à luta contra o racismo na Espanha, pois repara o mal sofrido por Vinicius Jr. e envia uma mensagem clara às pessoas que vão a um estádio de futebol para desfilar insultos. A La Liga irá identificá-los, denunciá-los e haverá consequências criminais para eles”.

A sentença representa um marco na justiça esportiva e um passo crucial na luta contra o racismo no futebol, reforçando a necessidade de medidas rigorosas para garantir a integridade e o respeito no esporte.

4o


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos