Imagem Foto: Anderson Régis

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Em uma Assembleia Unificada realizada na manhã desta quarta-feira (10), os trabalhadores da saúde de Natal votaram pelo início de uma greve geral a partir do dia 16 de abril. A decisão ocorreu após falta de acordo com a Prefeitura da capital pelo não cumprimento da data base neste ano. O movimento está sendo conduzido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Rio Grande do Norte (SindSaúde/RN), Sindicato dos Odontologistas do RN (Soern), Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natal (Sinsenat) e Sindicato dos Enfermeiros do Estado do RN (Sindern).

De acordo com os representantes da categoria, a greve está sendo protelada há um ano e não houve avanço nas reivindicações. O primeiro dia da greve será marcado por um acampamento em frente ao Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura do Natal, a partir das 8h30.

A pauta completa dos trabalhadores da saúde envolve: cumprimento da data-base de reajuste de vencimentos, implantação e pagamento retroativo das gratificações que vêm sendo sonegadas, implantação e retroativo do adicional por tempo de serviço, fim do corte das gratificação dos servidores que estão em gozo de afastamento, melhores condições de trabalho e combate ao assédio moral, cumprimento do piso salarial dos técnicos de radiologia e convocação do cadastro de reserva.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Servidores municipais da saúde de Natal marcam início da greve



Em uma Assembleia Unificada realizada na manhã desta quarta-feira (10), os trabalhadores da saúde de Natal votaram pelo início de uma greve geral a partir do dia 16 de abril. A decisão ocorreu após falta de acordo com a Prefeitura da capital pelo não cumprimento da data base neste ano. O movimento está sendo conduzido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Rio Grande do Norte (SindSaúde/RN), Sindicato dos Odontologistas do RN (Soern), Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natal (Sinsenat) e Sindicato dos Enfermeiros do Estado do RN (Sindern).

De acordo com os representantes da categoria, a greve está sendo protelada há um ano e não houve avanço nas reivindicações. O primeiro dia da greve será marcado por um acampamento em frente ao Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura do Natal, a partir das 8h30.

A pauta completa dos trabalhadores da saúde envolve: cumprimento da data-base de reajuste de vencimentos, implantação e pagamento retroativo das gratificações que vêm sendo sonegadas, implantação e retroativo do adicional por tempo de serviço, fim do corte das gratificação dos servidores que estão em gozo de afastamento, melhores condições de trabalho e combate ao assédio moral, cumprimento do piso salarial dos técnicos de radiologia e convocação do cadastro de reserva.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos