Rio Grande do Norte tem 148 cidades no semiárido, de acordo com a Sudene



Imagem Reprodução/Web
0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Um grupo de trabalho formado pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e outras 11 instituições federais especializadas em clima e tempo indicou a retirada de 50 cidades da lista de municípios do da região do semiárido, após revisão ocorrida em 2021. Eles fizeram estudos a partir de análises técnicas e científicas que seguiram padrões recomendados pela Organização Mundial de Meteorologia (WMO), entidade vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU). De acordo com a entidade, a análise climática requer o estudo de uma série de 30 anos de dados meteorológicos e ambientais. A revisão da Sudene considerou dados climatológicos do período de 1991 a 2020.

Ontem (8), o Conselho Deliberativo da Sudene, analisando a revisão do grupo de trabalho e considerando os fenômenos climáticos decorrentes do El Niño, publicou decisão no Diário Oficial da União, e, no Rio Grande do Norte, sete cidades deixaram de constar como integrantes desta região: Lagoa Salgada; Brejinho; Macaíba; Monte Alegre; Várzea; Vera Cruz e Passagem.

A revisão promovida pelas instituições também indicou a entrada de novos municípios no semiárido, aumentando a quantidade de integrantes em relação à delimitação estabelecida em 2017. Dessa maneira, o Rio Grande do Norte conta, neste momento, com 148 municípios na região semiárida. Considerando todo o território de abrangência do semiárido, são 1477 integrantes.




O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Rio Grande do Norte tem 148 cidades no semiárido, de acordo com a Sudene



Imagem Reprodução/Web


Um grupo de trabalho formado pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e outras 11 instituições federais especializadas em clima e tempo indicou a retirada de 50 cidades da lista de municípios do da região do semiárido, após revisão ocorrida em 2021. Eles fizeram estudos a partir de análises técnicas e científicas que seguiram padrões recomendados pela Organização Mundial de Meteorologia (WMO), entidade vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU). De acordo com a entidade, a análise climática requer o estudo de uma série de 30 anos de dados meteorológicos e ambientais. A revisão da Sudene considerou dados climatológicos do período de 1991 a 2020.

Ontem (8), o Conselho Deliberativo da Sudene, analisando a revisão do grupo de trabalho e considerando os fenômenos climáticos decorrentes do El Niño, publicou decisão no Diário Oficial da União, e, no Rio Grande do Norte, sete cidades deixaram de constar como integrantes desta região: Lagoa Salgada; Brejinho; Macaíba; Monte Alegre; Várzea; Vera Cruz e Passagem.

A revisão promovida pelas instituições também indicou a entrada de novos municípios no semiárido, aumentando a quantidade de integrantes em relação à delimitação estabelecida em 2017. Dessa maneira, o Rio Grande do Norte conta, neste momento, com 148 municípios na região semiárida. Considerando todo o território de abrangência do semiárido, são 1477 integrantes.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos