Imagem Atrasos já duram seis meses – Foto: Reprodução

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Devido a falta de pagamento aos fornecedores de órteses, próteses e materiais especiais (OPME), as  cirurgias ortopédicas de implantes realizadas pelo  sistema Saúde Pública do Rio Grande do Norte, que precisam desses materiais estão suspensas a partir desta quarta-feira (10).

Segundo informações dos profissionais e empresários que fornecem ao estado, há débitos de até seis meses nos pagamentos por parte do Poder Público. Ao todo, quatro empresas suspenderam o fornecimento, o que inviabiliza a realização de parte das cirurgias ortopédicas no Rio Grande do Norte. Suspenderam o fornecimento às empresas Inova, MCI, RJ3 e Cromus.

Segundo representantes das empresas, o fornecimento só será restabelecido após o pagamento dos débitos. 

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Por falta de pagamento cirurgias ortopedicas são suspensas no RN



Devido a falta de pagamento aos fornecedores de órteses, próteses e materiais especiais (OPME), as  cirurgias ortopédicas de implantes realizadas pelo  sistema Saúde Pública do Rio Grande do Norte, que precisam desses materiais estão suspensas a partir desta quarta-feira (10).

Segundo informações dos profissionais e empresários que fornecem ao estado, há débitos de até seis meses nos pagamentos por parte do Poder Público. Ao todo, quatro empresas suspenderam o fornecimento, o que inviabiliza a realização de parte das cirurgias ortopédicas no Rio Grande do Norte. Suspenderam o fornecimento às empresas Inova, MCI, RJ3 e Cromus.

Segundo representantes das empresas, o fornecimento só será restabelecido após o pagamento dos débitos. 


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos