Imagem Normalização está prevista para está quinta-feira – Foto: Reprodução/TV Tropical

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Desde o início da manhã desta quarta-feira (17), acompanhantes de pacientes e funcionários do Hospital Geral Walfredo Gurgel, o maior hospital da rede pública do Rio Grande do Norte, estão sem receber a alimentação normalmente fornecida pela unidade.

De acordo com a Secretaria de Saúde do estado, a suspensão da alimentação se deve à diminuição no fornecimento dos insumos necessários. No entanto, a alimentação dos pacientes continua garantida, e a previsão é que a situação seja regularizada até a quinta-feira (18).

Os acompanhantes dos pacientes foram informados sobre o problema ainda na terça-feira (16). Sandra Regina, uma massoterapeuta que acompanha o marido internado há cinco dias na unidade devido a uma hemorragia, expressou preocupação com a situação. Ela ressaltou que muitas pessoas não têm condições financeiras para comprar alimentos e dependem da alimentação fornecida pelo hospital.

“Nós fomos avisados ontem que os acompanhantes e os funcionários não iam ter alimentação, só que tem pessoas que não têm condições e passam dia e noite cuidando de seus enfermos e não têm condição de ter alimentação, de comprar seu alimento, então depende da alimentação do hospital”, afirmou.

Segundo Sandra, a última refeição fornecida aos acompanhantes foi às 22h da terça-feira (16). No entanto, nesta quarta-feira, nem o café da manhã nem o almoço foram disponibilizados. “Mas hoje não teve de manhã, nem vai ter almoço. Há uma indignação no hospital. O pessoal vai comer fora, se virar como pode. E quem não tem? Vai passar o dia de fome?”, questionou.

O Sindisaúde, sindicato que representa os servidores, atribui a falta de insumos à falta de pagamento aos fornecedores.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Por falta de insumos Walfredo Gurgel suspende alimentação para acompanhantes de pacientes e funcionários



Desde o início da manhã desta quarta-feira (17), acompanhantes de pacientes e funcionários do Hospital Geral Walfredo Gurgel, o maior hospital da rede pública do Rio Grande do Norte, estão sem receber a alimentação normalmente fornecida pela unidade.

De acordo com a Secretaria de Saúde do estado, a suspensão da alimentação se deve à diminuição no fornecimento dos insumos necessários. No entanto, a alimentação dos pacientes continua garantida, e a previsão é que a situação seja regularizada até a quinta-feira (18).

Os acompanhantes dos pacientes foram informados sobre o problema ainda na terça-feira (16). Sandra Regina, uma massoterapeuta que acompanha o marido internado há cinco dias na unidade devido a uma hemorragia, expressou preocupação com a situação. Ela ressaltou que muitas pessoas não têm condições financeiras para comprar alimentos e dependem da alimentação fornecida pelo hospital.

“Nós fomos avisados ontem que os acompanhantes e os funcionários não iam ter alimentação, só que tem pessoas que não têm condições e passam dia e noite cuidando de seus enfermos e não têm condição de ter alimentação, de comprar seu alimento, então depende da alimentação do hospital”, afirmou.

Segundo Sandra, a última refeição fornecida aos acompanhantes foi às 22h da terça-feira (16). No entanto, nesta quarta-feira, nem o café da manhã nem o almoço foram disponibilizados. “Mas hoje não teve de manhã, nem vai ter almoço. Há uma indignação no hospital. O pessoal vai comer fora, se virar como pode. E quem não tem? Vai passar o dia de fome?”, questionou.

O Sindisaúde, sindicato que representa os servidores, atribui a falta de insumos à falta de pagamento aos fornecedores.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos