0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Um indivíduo suspeito de ajudar a preparar um suposto plano dos serviços russos para assassinar o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky foi preso na Polônia, anunciaram procuradores polacos e ucranianos nesta quinta-feira. O detido foi identificado como Pawel K., de nacionalidade polanesa, e tinha a missão de “recolher e entregar informações aos serviços de inteligência militar da Federação Russa” para “planejar uma possível tentativa de assassinato” de Zelensky, informou a Procuradoria polaca em um comunicado.

Pawel K. “estabeleceu contatos com cidadãos da Federação Russa diretamente envolvidos na guerra na Ucrânia”, acrescentou. As autoridades polacas foram informadas das atividades do suspeito pela Procuradoria-Geral da Ucrânia, que transmitiu “elementos de prova essenciais”, afirma o documento.

De acordo com o procurador-geral da Ucrânia, Pawel K. deveria recolher informações “sobre a segurança do aeroporto Rzeszów-Jasionka” no sudeste da Polônia, que é frequentemente utilizado por Zelensky quando viaja para fora da Ucrânia, bem como por líderes estrangeiros que viajam à Ucrânia ou para enviar ajuda ao país, em guerra com a Rússia desde fevereiro de 2022.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Polônia prende russo suspeito de planejar assassinato de Zelensky



Um indivíduo suspeito de ajudar a preparar um suposto plano dos serviços russos para assassinar o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky foi preso na Polônia, anunciaram procuradores polacos e ucranianos nesta quinta-feira. O detido foi identificado como Pawel K., de nacionalidade polanesa, e tinha a missão de “recolher e entregar informações aos serviços de inteligência militar da Federação Russa” para “planejar uma possível tentativa de assassinato” de Zelensky, informou a Procuradoria polaca em um comunicado.

Pawel K. “estabeleceu contatos com cidadãos da Federação Russa diretamente envolvidos na guerra na Ucrânia”, acrescentou. As autoridades polacas foram informadas das atividades do suspeito pela Procuradoria-Geral da Ucrânia, que transmitiu “elementos de prova essenciais”, afirma o documento.

De acordo com o procurador-geral da Ucrânia, Pawel K. deveria recolher informações “sobre a segurança do aeroporto Rzeszów-Jasionka” no sudeste da Polônia, que é frequentemente utilizado por Zelensky quando viaja para fora da Ucrânia, bem como por líderes estrangeiros que viajam à Ucrânia ou para enviar ajuda ao país, em guerra com a Rússia desde fevereiro de 2022.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos