O que se sabe sobre o professor encontrado morto no calçadão de Ponta Negra
Imagem O que se sabe sobre o professor encontrado morto no calçadão de Ponta Negra

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O corpo de um professor da Rede Estadual de Ensino do Natal foi encontrado na madrugada deste domingo, no calçadão de Ponta Negra, na Zona Sul da capital.

O professor Árison Rodrigo de Brito, de 38 anos, era também estudante do curso de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. 

A causa da morte ainda não foi elucidada e a perícia não foi divulgada. Sabe-se que o corpo tinha lesões, no entanto, não há confirmação sobre espancamento.

Populares afirmam que Árison, após discutir com uma mulher, teria sido agredido por homens. Um familiar e amigos próximos sugerem que Árison foi vítima do crime de homofobia.

.A Polícia Civil está realizando a investigação do caso através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP.

O sepultamento aconteceu nesta segunda-feira, na cidade de Santa Maria, no Agreste Potiguar.

Fonte: Redação

Imagem: Divulgação

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



O que se sabe sobre o  professor encontrado morto no calçadão de Ponta Negra



O que se sabe sobre o professor encontrado morto no calçadão de Ponta Negra

O corpo de um professor da Rede Estadual de Ensino do Natal foi encontrado na madrugada deste domingo, no calçadão de Ponta Negra, na Zona Sul da capital.

O professor Árison Rodrigo de Brito, de 38 anos, era também estudante do curso de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. 

A causa da morte ainda não foi elucidada e a perícia não foi divulgada. Sabe-se que o corpo tinha lesões, no entanto, não há confirmação sobre espancamento.

Populares afirmam que Árison, após discutir com uma mulher, teria sido agredido por homens. Um familiar e amigos próximos sugerem que Árison foi vítima do crime de homofobia.

.A Polícia Civil está realizando a investigação do caso através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP.

O sepultamento aconteceu nesta segunda-feira, na cidade de Santa Maria, no Agreste Potiguar.

Fonte: Redação

Imagem: Divulgação


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos