Imagem Divulgação/Inmet

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O Rio Grande do Norte já tem estado sob chuva intensa desde a virada do ano. Até o momento, o maior volume tem sido no interior. Muita gente tem achado positivo, mas é importante mantermos atenção. O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu dois alertas que permanecem vigentes até as 10h00 de hoje (2).

Quando o Inmet emite alerta amarelo, isso indica presença de chuvas entre 30 mm/h ou até 50 mm por dia, além de ventos de 40 a 60 km/h. Já o alerta de perigo diz respeito a índices maiores do que esse, com chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, além de ventos alcançando 60 a 100 km/h. O risco maior é de corte de energia elétricas, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

A cidade que registrou o maior volume no dia de ontem (1) foi Rafael Fernandes, que teve precipitações de 100 mm. Em Doutor Severiano choveu 80 mm e em Taboleiro Grande foram 77 mm de chuva. Até o momento, a região do Potengi não foi afetada negativamente por essas águas de janeiro.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



O ano de 2024 se inicia com chuva forte em várias cidades do RN e o Inmet emite alerta de perigo



O Rio Grande do Norte já tem estado sob chuva intensa desde a virada do ano. Até o momento, o maior volume tem sido no interior. Muita gente tem achado positivo, mas é importante mantermos atenção. O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu dois alertas que permanecem vigentes até as 10h00 de hoje (2).

Quando o Inmet emite alerta amarelo, isso indica presença de chuvas entre 30 mm/h ou até 50 mm por dia, além de ventos de 40 a 60 km/h. Já o alerta de perigo diz respeito a índices maiores do que esse, com chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, além de ventos alcançando 60 a 100 km/h. O risco maior é de corte de energia elétricas, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

A cidade que registrou o maior volume no dia de ontem (1) foi Rafael Fernandes, que teve precipitações de 100 mm. Em Doutor Severiano choveu 80 mm e em Taboleiro Grande foram 77 mm de chuva. Até o momento, a região do Potengi não foi afetada negativamente por essas águas de janeiro.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos