0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Um motociclista de 40 anos de idade morreu na noite deste domingo (29) após colidir de frente com um carro na BR-110 na cidade de Upanema, na Região Oeste do Rio Grande do Norte. O motorista do veículo não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e foi preso. Horas depois, ele pagou fiança e foi liberado.

A vítima foi identificada como Marcelo Fernandes Costa, natural da cidade de Campo Grande. O acidente aconteceu por volta das 18h30, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Por conta do impacto, o motociclista chegou a ter uma das pernas decepadas na colisão. A moto também pegou fogo. O casal que estava no carro não se feriu com gravidade.

A morte de Marcelo Costa foi constatada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O motorista do carro e a esposa dele – que seguiam de Mossoró para Messias Targino – permaneceram no local após o acidente.

Por haver morte, o caso foi levado para a Polícia Civil de Mossoró, que constatou que o motorista do carro não era habilitado. Ele foi autuado por homicídio culposo – quando não há a intenção de matar – e, após pagar fiança, foi liberado.

O caso vai ser investigado pela Delegacia de Governador Dix-Sept Rosado.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Motociclista morre ao bater de frente com carro na BR-110 no RN



Um motociclista de 40 anos de idade morreu na noite deste domingo (29) após colidir de frente com um carro na BR-110 na cidade de Upanema, na Região Oeste do Rio Grande do Norte. O motorista do veículo não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e foi preso. Horas depois, ele pagou fiança e foi liberado.

A vítima foi identificada como Marcelo Fernandes Costa, natural da cidade de Campo Grande. O acidente aconteceu por volta das 18h30, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Por conta do impacto, o motociclista chegou a ter uma das pernas decepadas na colisão. A moto também pegou fogo. O casal que estava no carro não se feriu com gravidade.

A morte de Marcelo Costa foi constatada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O motorista do carro e a esposa dele – que seguiam de Mossoró para Messias Targino – permaneceram no local após o acidente.

Por haver morte, o caso foi levado para a Polícia Civil de Mossoró, que constatou que o motorista do carro não era habilitado. Ele foi autuado por homicídio culposo – quando não há a intenção de matar – e, após pagar fiança, foi liberado.

O caso vai ser investigado pela Delegacia de Governador Dix-Sept Rosado.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos