Imagem Homem vem a óbito durante pesca – Foto: Reprodução

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Um homem, identificado como Ismayck Melo Souza, de 29 anos, morreu afogado na praia de Paraíso, no município de Areia Branca, região Oeste potiguar. No último domingo (24), Ismayck praticava pesca subaquática junto a outros dois pescadores.

Segundo informações da Polícia Civil, a vítima e os companheiros estavam em uma embarcação a aproximadamente 37 quilômetros da costa, praticando a técnica de pesca por apneia, utilizando arpão. Nessa modalidade, os pescadores mergulham sem o auxílio de cilindros de oxigênio, dependendo apenas da retenção da respiração.

Por volta das 13h30, os companheiros de pesca notaram que Ismayck não retornava à superfície dentro do prazo estimado, ao mesmo tempo, em que objetos utilizados pelo pescador começaram a flutuar na água. Um dos pescadores então mergulhou imediatamente em busca de Ismayck e o encontrou já sem vida a uma profundidade de cerca 28 metros. Segundo o relato do colega, a vítima ainda estava com o cinto de lastro, um dispositivo utilizado por mergulhadores para auxiliar no afundamento.

Os mergulhadores tiraram o corpo da vítima da água e acionaram a polícia. O corpo foi recolhido pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia para passar por exames.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Homem morre afogado durante pesca com arpão em Areia Branca



Um homem, identificado como Ismayck Melo Souza, de 29 anos, morreu afogado na praia de Paraíso, no município de Areia Branca, região Oeste potiguar. No último domingo (24), Ismayck praticava pesca subaquática junto a outros dois pescadores.

Segundo informações da Polícia Civil, a vítima e os companheiros estavam em uma embarcação a aproximadamente 37 quilômetros da costa, praticando a técnica de pesca por apneia, utilizando arpão. Nessa modalidade, os pescadores mergulham sem o auxílio de cilindros de oxigênio, dependendo apenas da retenção da respiração.

Por volta das 13h30, os companheiros de pesca notaram que Ismayck não retornava à superfície dentro do prazo estimado, ao mesmo tempo, em que objetos utilizados pelo pescador começaram a flutuar na água. Um dos pescadores então mergulhou imediatamente em busca de Ismayck e o encontrou já sem vida a uma profundidade de cerca 28 metros. Segundo o relato do colega, a vítima ainda estava com o cinto de lastro, um dispositivo utilizado por mergulhadores para auxiliar no afundamento.

Os mergulhadores tiraram o corpo da vítima da água e acionaram a polícia. O corpo foi recolhido pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia para passar por exames.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos