0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmou na tarde desta segunda-feira (15), que o Governo Federal trabalha com a projeção para o salário mínimo ser de R$ 1.502 em 2025, além de garantir também a meta fiscal como déficit primário zero. A informação foi divulgada pelo ministro em entrevista ao programa “Estúdio i”, do canal Globonews.

O novo valor significa um aumento de 6,37% em relação ao salário mínimo atual, que é de R$ 1.412, o que resultará em um ganho de R$ 90. A previsão ainda pode mudar, dado que o valor é definido com base nas projeções da inflação acumulada no período de 12 meses, até novembro do ano anterior, ou seja, 2024, e de revisão do Produto Interno Bruto (PIB) de 2023.

Com relação ao déficit zero, diferente da projeção feita há um ano, quando a equipe econômica havia estabelecido que buscaria fazer um superávit de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2025, o ministro Fernando Haddad garantiu que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, não desistiu de fazer superávits neste mandato, e que conta ainda com o ano de 2026 para buscar esse objetivo.

As projeções divulgadas hoje devem estar no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025, que será enviado ainda neste segunda-feira (15) ao Congresso Nacional. Na entrevista, Haddad aproveitou para pedir desculpas por antecipar os números antes da divulgação pelo Ministério do Planejamento, mas destacou que os dados já haviam sido vazados à imprensa.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Governo Federal prevê salário mínimo de R$ 1.502 para 2025



O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmou na tarde desta segunda-feira (15), que o Governo Federal trabalha com a projeção para o salário mínimo ser de R$ 1.502 em 2025, além de garantir também a meta fiscal como déficit primário zero. A informação foi divulgada pelo ministro em entrevista ao programa “Estúdio i”, do canal Globonews.

O novo valor significa um aumento de 6,37% em relação ao salário mínimo atual, que é de R$ 1.412, o que resultará em um ganho de R$ 90. A previsão ainda pode mudar, dado que o valor é definido com base nas projeções da inflação acumulada no período de 12 meses, até novembro do ano anterior, ou seja, 2024, e de revisão do Produto Interno Bruto (PIB) de 2023.

Com relação ao déficit zero, diferente da projeção feita há um ano, quando a equipe econômica havia estabelecido que buscaria fazer um superávit de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2025, o ministro Fernando Haddad garantiu que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, não desistiu de fazer superávits neste mandato, e que conta ainda com o ano de 2026 para buscar esse objetivo.

As projeções divulgadas hoje devem estar no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025, que será enviado ainda neste segunda-feira (15) ao Congresso Nacional. Na entrevista, Haddad aproveitou para pedir desculpas por antecipar os números antes da divulgação pelo Ministério do Planejamento, mas destacou que os dados já haviam sido vazados à imprensa.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos