Imagem Foto: Defesa Civil de Nísia Floresta

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Um golfinho em estado de decomposição foi encontrado morto durante a manhã de domingo (28) na Praia de Camurupim, localizada na cidade de Nísia Floresta, na Grande Natal. De acordo com informações Coordenador da Defesa Civil de Nísia Floresta, Bismarck Sátiro, a carcaça do animal foi recolhida.

Conforme também informou o Centro de Estudos e Monitoramento Ambiental – CEMAM, em parceria com o Projeto Cetáceos da Costa Branca da UERN, o animal media cerca de 2,80m de comprimento e estava em avançado estado de decomposição.

Ele não apresentava marcas de interação com artefatos de pesca ou perfurações, mas o estado do rosto indicava um possível impacto sofrido pelo animal, o que pode ser a causa do óbito. Foram realizadas coletas de dentes e pele para análises laboratoriais posteriores e feitas as medidas biométricas.

A operação de destinação da carcaça contou com o apoio de Sátiro, que ao tomar conhecimento foi até o local e providenciou uma retroescavadeira para remoção da carcaça e destinação a um local mais distante dos restaurantes circunvizinhos ao local de encalhe. O mamífero pertence a espécie Tursiops truncatus, popularmente conhecimento como golfinho-nariz-de-garrafa.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Golfinho é encontrado morto em Praia Camurupim



Um golfinho em estado de decomposição foi encontrado morto durante a manhã de domingo (28) na Praia de Camurupim, localizada na cidade de Nísia Floresta, na Grande Natal. De acordo com informações Coordenador da Defesa Civil de Nísia Floresta, Bismarck Sátiro, a carcaça do animal foi recolhida.

Conforme também informou o Centro de Estudos e Monitoramento Ambiental – CEMAM, em parceria com o Projeto Cetáceos da Costa Branca da UERN, o animal media cerca de 2,80m de comprimento e estava em avançado estado de decomposição.

Ele não apresentava marcas de interação com artefatos de pesca ou perfurações, mas o estado do rosto indicava um possível impacto sofrido pelo animal, o que pode ser a causa do óbito. Foram realizadas coletas de dentes e pele para análises laboratoriais posteriores e feitas as medidas biométricas.

A operação de destinação da carcaça contou com o apoio de Sátiro, que ao tomar conhecimento foi até o local e providenciou uma retroescavadeira para remoção da carcaça e destinação a um local mais distante dos restaurantes circunvizinhos ao local de encalhe. O mamífero pertence a espécie Tursiops truncatus, popularmente conhecimento como golfinho-nariz-de-garrafa.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos