Imagem Uma doação pode salvar até quatro vidas – Foto: Helenira Amorim

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O Hemocentro do Estado do Rio Grande do Norte enfrenta uma situação alarmante, com estoques de sangue em níveis críticos, especialmente os tipos sanguíneos negativos de RH. A escassez impacta diretamente o fornecimento de sangue e hemocomponentes para os hospitais em todo o estado.

Atualmente, o Hemonorte possui pouco mais de 200 bolsas em estoque, um número significativamente abaixo do necessário para atender à demanda. O estoque seguro, para garantir uma semana de suprimento para hospitais e agências transfusionais, varia entre 800 e 1.000 bolsas, o que exige a coleta diária de 200 a 250 bolsas de sangue.

Ivana Vilar, diretora de Hemoterapia do Hemonorte, ressalta que, apesar de um aumento recente no número de doações, os estoques permanecem criticamente baixos. Ela destaca a importância da doação voluntária e altruísta, enfatizando que as doações direcionadas a pacientes específicos esgotam rapidamente.

Para doar sangue, é necessário comparecer à sede do Hemocentro, no bairro do Tirol, com um documento oficial com foto, estar em boa saúde, ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização dos responsáveis), ter dormido bem na noite anterior, não ter consumido álcool nas últimas 12 horas e pesar mais de 50 kg.

É crucial desmistificar o mito do jejum antes da doação; os doadores devem se alimentar adequadamente antes do procedimento. Durante a triagem clínica, são abordados outros critérios, como histórico de vacinação, cirurgias, uso de medicamentos e histórico de tatuagem.

Os intervalos entre as doações são de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres, com um limite máximo de quatro doações por ano para homens e três para mulheres.

Ivana observa que, embora seja comum uma diminuição nos estoques durante as férias escolares e o final do ano, ultimamente a demanda é constantemente alta devido ao aumento de leitos, tanto em UTIs quanto em cirurgias eletivas.

Os testemunhos de doadores, como o de Paulo Eduardo da Silva e Lílian Karina, destacam a importância vital da doação de sangue. Paulo, que mora a quase 90 km de distância, foi motivado pela necessidade de seu pai e agora planeja tornar a doação um hábito regular. Da mesma forma, Lílian vê na doação uma oportunidade de salvar vidas e pretende fazer disso uma prática constante.

Onde doar
O Hemocentro do RN é responsável por distribuir sangue e hemoderivados para todos os hospitais públicos e mais os leitos dos planos de saúde cadastrados.


As doações podem ser feitas no Hemonorte, que está localizado na Avenida Alexandrino de Alencar, 1800, Tirol, de segunda-feira a sábado, das 7h às 18h, e no Espaço Hemonorte no Espaço Hemonorte no Partage Norte Shopping, de segunda a sexta-feira, de 8h às 11:30 e de 13h às 17h.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Estoques críticos: Hemonorte convoca população para doação de sangue urgente



O Hemocentro do Estado do Rio Grande do Norte enfrenta uma situação alarmante, com estoques de sangue em níveis críticos, especialmente os tipos sanguíneos negativos de RH. A escassez impacta diretamente o fornecimento de sangue e hemocomponentes para os hospitais em todo o estado.

Atualmente, o Hemonorte possui pouco mais de 200 bolsas em estoque, um número significativamente abaixo do necessário para atender à demanda. O estoque seguro, para garantir uma semana de suprimento para hospitais e agências transfusionais, varia entre 800 e 1.000 bolsas, o que exige a coleta diária de 200 a 250 bolsas de sangue.

Ivana Vilar, diretora de Hemoterapia do Hemonorte, ressalta que, apesar de um aumento recente no número de doações, os estoques permanecem criticamente baixos. Ela destaca a importância da doação voluntária e altruísta, enfatizando que as doações direcionadas a pacientes específicos esgotam rapidamente.

Para doar sangue, é necessário comparecer à sede do Hemocentro, no bairro do Tirol, com um documento oficial com foto, estar em boa saúde, ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização dos responsáveis), ter dormido bem na noite anterior, não ter consumido álcool nas últimas 12 horas e pesar mais de 50 kg.

É crucial desmistificar o mito do jejum antes da doação; os doadores devem se alimentar adequadamente antes do procedimento. Durante a triagem clínica, são abordados outros critérios, como histórico de vacinação, cirurgias, uso de medicamentos e histórico de tatuagem.

Os intervalos entre as doações são de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres, com um limite máximo de quatro doações por ano para homens e três para mulheres.

Ivana observa que, embora seja comum uma diminuição nos estoques durante as férias escolares e o final do ano, ultimamente a demanda é constantemente alta devido ao aumento de leitos, tanto em UTIs quanto em cirurgias eletivas.

Os testemunhos de doadores, como o de Paulo Eduardo da Silva e Lílian Karina, destacam a importância vital da doação de sangue. Paulo, que mora a quase 90 km de distância, foi motivado pela necessidade de seu pai e agora planeja tornar a doação um hábito regular. Da mesma forma, Lílian vê na doação uma oportunidade de salvar vidas e pretende fazer disso uma prática constante.

Onde doar
O Hemocentro do RN é responsável por distribuir sangue e hemoderivados para todos os hospitais públicos e mais os leitos dos planos de saúde cadastrados.


As doações podem ser feitas no Hemonorte, que está localizado na Avenida Alexandrino de Alencar, 1800, Tirol, de segunda-feira a sábado, das 7h às 18h, e no Espaço Hemonorte no Espaço Hemonorte no Partage Norte Shopping, de segunda a sexta-feira, de 8h às 11:30 e de 13h às 17h.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos