Imagem Turístico da Redinha – Foto: Alex Régis

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Segundo informações divulgadas pela Prefeitura de Natal nesta quinta-feira (18), a construção do Complexo Turístico da Redinha, situado na Zona Norte da cidade, está progredindo e alcançou a marca de 60% de conclusão. Este empreendimento tem o potencial de transformar significativamente a realidade econômica e social de grande parte da região. Além do Mercado, que já está com avançado progresso nas obras, o local visa atrair um número crescente de turistas. Para assegurar a mobilidade, o projeto também abrange a requalificação dos acessos e de áreas adjacentes.

“Nosso objetivo é alterar de forma substancial a realidade da Redinha e torná-la um polo impulsionador para o desenvolvimento socioeconômico da Zona Norte de Natal”, afirma o prefeito Álvaro Dias.

Um exemplo desse compromisso é a requalificação da rua Maruim, que recebeu um investimento de R$ 5,5 milhões. Esta via, em fase final de conclusão, foi totalmente revitalizada, incluindo pavimentação asfáltica, duas faixas de rolamento em cada direção, uma ciclovia no canteiro central, amplas calçadas arborizadas em toda sua extensão, além da construção de uma praça com academia ao ar livre para os moradores locais. A iluminação em LED já está em funcionamento.

Na área de mobilidade urbana, a Prefeitura está promovendo a reestruturação viária do antigo acesso à Redinha, com recapeamento asfáltico e construção de passeios acessíveis. Este trabalho se estende desde o viaduto da Redinha até o entroncamento com várias ruas, incluindo a av. João Medeiros Filho.

“É fundamental assegurar que o aumento do tráfego de veículos após a conclusão do Complexo seja absorvido pelas vias locais, minimizando transtornos e garantindo a segurança e fluidez do trânsito”, explica o prefeito Álvaro Dias.

Outras etapas da obra incluem a requalificação do sistema de defesa costeira da Praia da Redinha, a urbanização e drenagem do entorno do Mercado Público da Redinha, além da construção do novo clube de artesanato. Um destaque é a construção de uma nova estação de tratamento de esgoto para atender à demanda gerada pelo mercado, representando um investimento próximo a R$ 30 milhões.

O antigo Mercado da Redinha, com instalações precárias, está sendo substituído por um moderno equipamento público. O Novo Mercado contará com dois andares, 29 boxes, seis restaurantes, praça de alimentação, mirante, píer e deck para embarcações, além de uma varanda panorâmica.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Complexo Turístico da Redinha está 60% pronto



Segundo informações divulgadas pela Prefeitura de Natal nesta quinta-feira (18), a construção do Complexo Turístico da Redinha, situado na Zona Norte da cidade, está progredindo e alcançou a marca de 60% de conclusão. Este empreendimento tem o potencial de transformar significativamente a realidade econômica e social de grande parte da região. Além do Mercado, que já está com avançado progresso nas obras, o local visa atrair um número crescente de turistas. Para assegurar a mobilidade, o projeto também abrange a requalificação dos acessos e de áreas adjacentes.

“Nosso objetivo é alterar de forma substancial a realidade da Redinha e torná-la um polo impulsionador para o desenvolvimento socioeconômico da Zona Norte de Natal”, afirma o prefeito Álvaro Dias.

Um exemplo desse compromisso é a requalificação da rua Maruim, que recebeu um investimento de R$ 5,5 milhões. Esta via, em fase final de conclusão, foi totalmente revitalizada, incluindo pavimentação asfáltica, duas faixas de rolamento em cada direção, uma ciclovia no canteiro central, amplas calçadas arborizadas em toda sua extensão, além da construção de uma praça com academia ao ar livre para os moradores locais. A iluminação em LED já está em funcionamento.

Na área de mobilidade urbana, a Prefeitura está promovendo a reestruturação viária do antigo acesso à Redinha, com recapeamento asfáltico e construção de passeios acessíveis. Este trabalho se estende desde o viaduto da Redinha até o entroncamento com várias ruas, incluindo a av. João Medeiros Filho.

“É fundamental assegurar que o aumento do tráfego de veículos após a conclusão do Complexo seja absorvido pelas vias locais, minimizando transtornos e garantindo a segurança e fluidez do trânsito”, explica o prefeito Álvaro Dias.

Outras etapas da obra incluem a requalificação do sistema de defesa costeira da Praia da Redinha, a urbanização e drenagem do entorno do Mercado Público da Redinha, além da construção do novo clube de artesanato. Um destaque é a construção de uma nova estação de tratamento de esgoto para atender à demanda gerada pelo mercado, representando um investimento próximo a R$ 30 milhões.

O antigo Mercado da Redinha, com instalações precárias, está sendo substituído por um moderno equipamento público. O Novo Mercado contará com dois andares, 29 boxes, seis restaurantes, praça de alimentação, mirante, píer e deck para embarcações, além de uma varanda panorâmica.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos