Brasil atinge marca histórica de 200 medalhas nos Jogos Parapan-Americanos em Santiago



Imagem Min. Esportes
0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Os atletas brasileiros escreveram mais um capítulo glorioso em sua jornada nos Jogos Parapan-Americanos em Santiago, ultrapassando a impressionante marca de 200 medalhas nesta edição do megaevento esportivo. A equipe brasileira conquistou 46 medalhas nesta quarta-feira (22), elevando seu total para 201 (92 de ouro, 55 de prata e 54 de bronze).

Mantendo sua posição de destaque no quadro de medalhas, o Brasil lidera a competição, seguido pelos Estados Unidos, com 88 medalhas (29 ouros, 30 pratas e 29 bronzes), e pela Colômbia, com 92 pódios (26 ouros, 38 pratas e 28 bronzes).

O atletismo se destacou como uma das modalidades que mais contribuíram para o sucesso extraordinário da delegação brasileira, acumulando um total de 13 medalhas, distribuídas entre quatro ouros, cinco pratas e quatro bronzes.

Um dos momentos memoráveis foi a vitória do bicampeão paralímpico e tricampeão mundial, Alessandro da Silva, na prova do lançamento de disco masculino F11, destinada a atletas cegos. Com uma marca impressionante de 44,95 metros, o paulista de 39 anos não só conquistou a medalha de ouro, mas também expressou sua determinação para os desafios futuros.

“Vim para fazer o meu melhor e foi com a medalha. Agora é ir em busca do tricampeonato no arremesso de peso nos Jogos Parapan-Americanos e, no ano que vem, em busca do tetra [mundial] no lançamento de disco”, afirmou Alessandro da Silva.

A marca de 200 medalhas reforça a excelência do desempenho brasileiro no cenário paradesportivo e destaca a resiliência e habilidade dos atletas em superar desafios.




O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Brasil atinge marca histórica de 200 medalhas nos Jogos Parapan-Americanos em Santiago



Imagem Min. Esportes


Os atletas brasileiros escreveram mais um capítulo glorioso em sua jornada nos Jogos Parapan-Americanos em Santiago, ultrapassando a impressionante marca de 200 medalhas nesta edição do megaevento esportivo. A equipe brasileira conquistou 46 medalhas nesta quarta-feira (22), elevando seu total para 201 (92 de ouro, 55 de prata e 54 de bronze).

Mantendo sua posição de destaque no quadro de medalhas, o Brasil lidera a competição, seguido pelos Estados Unidos, com 88 medalhas (29 ouros, 30 pratas e 29 bronzes), e pela Colômbia, com 92 pódios (26 ouros, 38 pratas e 28 bronzes).

O atletismo se destacou como uma das modalidades que mais contribuíram para o sucesso extraordinário da delegação brasileira, acumulando um total de 13 medalhas, distribuídas entre quatro ouros, cinco pratas e quatro bronzes.

Um dos momentos memoráveis foi a vitória do bicampeão paralímpico e tricampeão mundial, Alessandro da Silva, na prova do lançamento de disco masculino F11, destinada a atletas cegos. Com uma marca impressionante de 44,95 metros, o paulista de 39 anos não só conquistou a medalha de ouro, mas também expressou sua determinação para os desafios futuros.

“Vim para fazer o meu melhor e foi com a medalha. Agora é ir em busca do tricampeonato no arremesso de peso nos Jogos Parapan-Americanos e, no ano que vem, em busca do tetra [mundial] no lançamento de disco”, afirmou Alessandro da Silva.

A marca de 200 medalhas reforça a excelência do desempenho brasileiro no cenário paradesportivo e destaca a resiliência e habilidade dos atletas em superar desafios.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos