Imagem Redes Sociais

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O vereador Allysson Lindálrio (PSD), de São Paulo do Potengi, protocolou em novembro passado Projeto de Lei (PL) de Transparência Pública da Operação Carro Pipa. Na justificativa do Projeto o vereador argumentou que a transparência no serviço público de abastecimento de carro pipa, visa o uso eficiente dos recursos públicos, combate à corrupção, controle social, credibilidade e confiança e participação popular.

“Diante das constantes reclamações sobre a eficiência na prestação deste serviço, sendo constatado a não cobertura de dezenas famílias que necessitam do fornecimento de água potável através de carro pipa, em especial, os moradores da zona rural”, declara o vereador sobre a solicitação do Projeto.

No entanto, a Comissão de Justiça, Finanças e Redação (CJFR) da Câmara Municipal, deu voto desfavorável à aprovação. No parecer a CJFR redigiu que no mérito a matéria seria de caráter dúbio, visto que as informações que trata o PL encontram-se facilmente acessíveis no portal de transparência do município.

Na apreciação da matéria no plenário, a bancada do prefeito Pacelli Souto (MDB) votou pela derrubada do Projeto. Pacelli, contumaz em negar acesso à informação em sua gestão, deixa os potengienses sem saber por que inúmeras pessoas não são contempladas com a política pública de abastecimento de carro pipa. Quais motivos escusos estariam por trás de impedir prestação de contas para esclarecimento do por que parte da população tem direito à água negado?

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Bancada de Pacelli barra PL de prestação de contas



O vereador Allysson Lindálrio (PSD), de São Paulo do Potengi, protocolou em novembro passado Projeto de Lei (PL) de Transparência Pública da Operação Carro Pipa. Na justificativa do Projeto o vereador argumentou que a transparência no serviço público de abastecimento de carro pipa, visa o uso eficiente dos recursos públicos, combate à corrupção, controle social, credibilidade e confiança e participação popular.

“Diante das constantes reclamações sobre a eficiência na prestação deste serviço, sendo constatado a não cobertura de dezenas famílias que necessitam do fornecimento de água potável através de carro pipa, em especial, os moradores da zona rural”, declara o vereador sobre a solicitação do Projeto.

No entanto, a Comissão de Justiça, Finanças e Redação (CJFR) da Câmara Municipal, deu voto desfavorável à aprovação. No parecer a CJFR redigiu que no mérito a matéria seria de caráter dúbio, visto que as informações que trata o PL encontram-se facilmente acessíveis no portal de transparência do município.

Na apreciação da matéria no plenário, a bancada do prefeito Pacelli Souto (MDB) votou pela derrubada do Projeto. Pacelli, contumaz em negar acesso à informação em sua gestão, deixa os potengienses sem saber por que inúmeras pessoas não são contempladas com a política pública de abastecimento de carro pipa. Quais motivos escusos estariam por trás de impedir prestação de contas para esclarecimento do por que parte da população tem direito à água negado?


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos