Imagem Reprodução/Web

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O valor do ingresso para o clássico que definirá o campeão do primeiro turno do Campeonato Potiguar está dando o que falar. O América, mandante da partida, havia determinado os preços de R$ 50,00 e R$ 100,00, um aumento substancial em relação ao que vinha sendo praticado. Ontem (27), o Procon, atendendo a reclamações feitas ao órgão, interveio, amparado pelo Estatuto do Torcedor, alegando que não pode haver diferenciação no preço dos ingressos entre a torcida visitante e a anfitriã.

A torcida do ABC vai além em suas críticas. Questionam não somente o aumento do ingresso como a redução da capacidade do Arena das Dunas como artifício para reduzir o público abecedista na decisão. Além disso, criticam o fato de o sistema permitir a compra de somente um ingresso por pessoa, o que não costuma ser regra.

Até o momento, a Federação Norte-Riograndense de Futebol não se posicionou. Ela tem até 48 horas para acatar a notificação do Procon, estando sujeito a multa caso não o faça.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Abecedistas questionam conduta do América na final do Estadual e Procon intervém



O valor do ingresso para o clássico que definirá o campeão do primeiro turno do Campeonato Potiguar está dando o que falar. O América, mandante da partida, havia determinado os preços de R$ 50,00 e R$ 100,00, um aumento substancial em relação ao que vinha sendo praticado. Ontem (27), o Procon, atendendo a reclamações feitas ao órgão, interveio, amparado pelo Estatuto do Torcedor, alegando que não pode haver diferenciação no preço dos ingressos entre a torcida visitante e a anfitriã.

A torcida do ABC vai além em suas críticas. Questionam não somente o aumento do ingresso como a redução da capacidade do Arena das Dunas como artifício para reduzir o público abecedista na decisão. Além disso, criticam o fato de o sistema permitir a compra de somente um ingresso por pessoa, o que não costuma ser regra.

Até o momento, a Federação Norte-Riograndense de Futebol não se posicionou. Ela tem até 48 horas para acatar a notificação do Procon, estando sujeito a multa caso não o faça.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos