Turbulência na saúde, viva o SUS?

Essa semana vimos que passageiros de um determinado voo precisaram pousar e serem socorridos no aeroporto de São Gonçalo do Amarante, aqui no RN. Parei pra ler os comentários de uma dessas publicações no Instagram e lá uma menina dizia: “Só no Brasil, QUALQUER, pessoa em solo Brasileiro tem direito à assistência médica. Viva o SUS!”

O comentário logo recebeu críticas de pessoas refutando tal afirmação. E aí abre uma discussão antiga: o SUS funciona ou não? Foto: reprodução redes sociais.

Bom, quero que você que está lendo pense comigo e avalie. Vou citar aqui algumas das principais atuações do SUS na minha visão. 

Já nos primeiros meses de vida de um cidadão brasileiro, existe um calendário de vacinas que deve ser cumprido ao longo da vida. E onde conseguimos facilmente essas vacinas, sem custo algum? UBS (postos de saúde) em cada bairro da sua cidade. Isso é SUS. Acho que já posso incluir aqui também UPAs, maternidades e hospitais, que garantem acesso ao atendimento médico de forma gratuita, desde a prevenção até o tratamento. Isso é SUS. Depois que você fica doente tem os medicamentos pra tratar, certo? E onde é que você encontra remédios para as principais doenças; como hipertensão, diabetes, de forma gratuita ou de baixo custo? UBS e farmácia popular. Isso também é SUS. Quando alguém passa mal, sofre um acidente, e precisa de socorro imediato de ambulância, pra quem você liga? SAMU, certo? Adivinha, isso também é SUS! Acho que já deu pra ter uma ideia do tamanho desse sistema…

Ele é um dos maiores e mais complexos sistemas de saúde pública do mundo! E eu ainda nem citei que somos também o maior sistema de transplante de órgãos, com mais de 90% dos procedimentos custeados, e assistência integral pré e pós transplante! Podemos incluir também a VIGIAGUA, que avalia qualidade da água que bebemos e todas as operações da nossa vigilância sanitária. 

Vai anotando e refletindo…

Calma, antes que você já vá pensando em me chamar de doida, e que não sei da realidade do SUS – como disseram da moça no Instagram, eu digo que, sim, eu sei bem da realidade da saúde pública do nosso país. Falta atendimento, falta leito, falta remédio, falta pagamento aos profissionais, falta muita coisa! Mas o problema não é o SUS, o problema é a gestão dele! E quem gere o SUS? Governo federal, estadual e municipal. Representados por aqueles que a cada 4 anos estão batendo na sua porta, fazendo milhares de promessas pra conseguir o seu voto, e depois esquecer que existe gente morrendo nos corredores dos hospitais. A interação entre políticos e o SUS é fundamental para garantir que as políticas de saúde sejam eficazes e atendam às necessidades da população. Espero que se lembre disso daqui a pouco, eles já estão por aí!

E agora, depois da coluna de hoje, o que você me diz, pra você SUS funciona ou não?

Diante do caos instaurado na nossa saúde pública, talvez seja utópico de minha parte achar que com esse texto farei com que algumas pessoas enxerguem o quão precioso é o SUS. Eu seguirei defendendo o SUS e culpando os verdadeiros culpados pelo problema. E você, defende o SUS comigo?



5 2 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos












Turbulência na saúde, viva o SUS?

Essa semana vimos que passageiros de um determinado voo precisaram pousar e serem socorridos no aeroporto de São Gonçalo do Amarante, aqui no RN. Parei pra ler os comentários de uma dessas publicações no Instagram e lá uma menina dizia: “Só no Brasil, QUALQUER, pessoa em solo Brasileiro tem direito à assistência médica. Viva o SUS!”

O comentário logo recebeu críticas de pessoas refutando tal afirmação. E aí abre uma discussão antiga: o SUS funciona ou não? Foto: reprodução redes sociais.

Bom, quero que você que está lendo pense comigo e avalie. Vou citar aqui algumas das principais atuações do SUS na minha visão. 

Já nos primeiros meses de vida de um cidadão brasileiro, existe um calendário de vacinas que deve ser cumprido ao longo da vida. E onde conseguimos facilmente essas vacinas, sem custo algum? UBS (postos de saúde) em cada bairro da sua cidade. Isso é SUS. Acho que já posso incluir aqui também UPAs, maternidades e hospitais, que garantem acesso ao atendimento médico de forma gratuita, desde a prevenção até o tratamento. Isso é SUS. Depois que você fica doente tem os medicamentos pra tratar, certo? E onde é que você encontra remédios para as principais doenças; como hipertensão, diabetes, de forma gratuita ou de baixo custo? UBS e farmácia popular. Isso também é SUS. Quando alguém passa mal, sofre um acidente, e precisa de socorro imediato de ambulância, pra quem você liga? SAMU, certo? Adivinha, isso também é SUS! Acho que já deu pra ter uma ideia do tamanho desse sistema…

Ele é um dos maiores e mais complexos sistemas de saúde pública do mundo! E eu ainda nem citei que somos também o maior sistema de transplante de órgãos, com mais de 90% dos procedimentos custeados, e assistência integral pré e pós transplante! Podemos incluir também a VIGIAGUA, que avalia qualidade da água que bebemos e todas as operações da nossa vigilância sanitária. 

Vai anotando e refletindo…

Calma, antes que você já vá pensando em me chamar de doida, e que não sei da realidade do SUS – como disseram da moça no Instagram, eu digo que, sim, eu sei bem da realidade da saúde pública do nosso país. Falta atendimento, falta leito, falta remédio, falta pagamento aos profissionais, falta muita coisa! Mas o problema não é o SUS, o problema é a gestão dele! E quem gere o SUS? Governo federal, estadual e municipal. Representados por aqueles que a cada 4 anos estão batendo na sua porta, fazendo milhares de promessas pra conseguir o seu voto, e depois esquecer que existe gente morrendo nos corredores dos hospitais. A interação entre políticos e o SUS é fundamental para garantir que as políticas de saúde sejam eficazes e atendam às necessidades da população. Espero que se lembre disso daqui a pouco, eles já estão por aí!

E agora, depois da coluna de hoje, o que você me diz, pra você SUS funciona ou não?

Diante do caos instaurado na nossa saúde pública, talvez seja utópico de minha parte achar que com esse texto farei com que algumas pessoas enxerguem o quão precioso é o SUS. Eu seguirei defendendo o SUS e culpando os verdadeiros culpados pelo problema. E você, defende o SUS comigo?


5 2 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos





O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte