Imagem Gov.br

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

A partir do dia 11 de dezembro, o Rio Grande do Norte iniciará a emissão da nova Carteira de Identidade Nacional, conforme anunciado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), órgão responsável pelo serviço no estado.

O Itep informou que, devido aos procedimentos necessários para a transição para a nova carteira, os agendamentos para a emissão do documento serão suspensos a partir do dia 1º de dezembro.

A previsão é que a migração do sistema ocorra entre os dias 4 e 8 de dezembro, com o retorno da emissão dos RGs previsto para o dia 11. Durante esse período, as entregas dos RGs já solicitados e confeccionados seguirão normalmente.

A iniciativa visa unificar a emissão de um documento único válido em todo o país, incorporando o CPF do cidadão como identidade. A nova carteira também terá sua versão digital, semelhante ao que já ocorre com a Carteira Nacional de Habilitação.

Anteriormente, um cidadão poderia possuir números de RG diferentes em cada estado do país. O prazo inicial para a implementação do novo documento era 6 de novembro, mas o governo federal prorrogou a data limite para 6 de dezembro. Pelo menos 11 estados já adotaram o novo sistema, alinhando-se à proposta de unificação nacional.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Rio Grande do Norte inicia emissão da nova carteira de identidade nacional neste mês



A partir do dia 11 de dezembro, o Rio Grande do Norte iniciará a emissão da nova Carteira de Identidade Nacional, conforme anunciado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), órgão responsável pelo serviço no estado.

O Itep informou que, devido aos procedimentos necessários para a transição para a nova carteira, os agendamentos para a emissão do documento serão suspensos a partir do dia 1º de dezembro.

A previsão é que a migração do sistema ocorra entre os dias 4 e 8 de dezembro, com o retorno da emissão dos RGs previsto para o dia 11. Durante esse período, as entregas dos RGs já solicitados e confeccionados seguirão normalmente.

A iniciativa visa unificar a emissão de um documento único válido em todo o país, incorporando o CPF do cidadão como identidade. A nova carteira também terá sua versão digital, semelhante ao que já ocorre com a Carteira Nacional de Habilitação.

Anteriormente, um cidadão poderia possuir números de RG diferentes em cada estado do país. O prazo inicial para a implementação do novo documento era 6 de novembro, mas o governo federal prorrogou a data limite para 6 de dezembro. Pelo menos 11 estados já adotaram o novo sistema, alinhando-se à proposta de unificação nacional.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos