Ribeira ganhará um Centro Cultural de Fazeres na antiga Casa Paris



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O bairro da Ribeira ganhará um Centro Cultural de Fazeres. A proposta da Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Cultura de Natal (Secult/Funcarte) é unir a preservação do patrimônio material pela requalificação de um edifício histórico, com a salvaguarda da memória de valores culturais invisibilizados e o aperfeiçoamento e incentivo a empreendedores da economia criativa.

Este projeto faz parte da iniciativa federal PAC Seleções, que por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) selecionou 105 propostas de preservação do Patrimônio Cultural no Brasil. A proposta selecionada entre as mais de 3 mil inscritas, é a requalificação do edifício Paris em Natal para a implantação do Centro Cultural de Fazeres.

Para o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão, o projeto contribuirá para o fortalecimento da Identidade Cultural, além do  estímulo ao turismo cultural e ao crescimento da economia na região. Serão R$ 400 mil disponibilizados para contratação dos projetos legais e executivos que contemplarão esta proposta.

“O Centro de Fazeres integrará o patrimônio material e imaterial, além de evidenciar ofícios invisibilizados ao longo de anos e que são referências culturais, como a transmissão de saberes de ourives, sapateiros, artistas plásticos, consertos de móveis antigos, antiquários, ferreiros, aderecistas, relojoeiros, torneiros mecânicos, marceneiros, niqueladores, entre outros”, ressalta o secretário.

A Funcarte, por meio do Departamento de Patrimônio Cultural, que concebeu a proposta, tem realizado tratativas com o proprietário do imóvel para elaboração do plano de gestão compartilhada, e em fase de formalização do Termo de Compromisso com o Iphan para iniciar o processo licitatório de contratação dos projetos técnicos de requalificação da edificação histórica para implantação do Centro.  

Paris em Natal

A referida edificação tem relevância histórica e possui as especificidades próprias de um imóvel histórico, tombado em nível federal, localizado na Praça Augusto Severo N° 250, no bairro da Ribeira.

O edifício conhecido como “Paris em Natal”, localiza-se onde fora um dos endereços mais nobres da capital potiguar nos anos de 1920. Abrigou a elegante loja Paris em Natal, que fornecia aos seletos clientes as mais novas tendências da moda europeia, já que era costume da alta sociedade natalense desfilar pelas ruas da Ribeira à moda parisiense. No período da II Guerra Mundial, foi Sede do Observador Naval da US Navy e faz parte do conjunto de imóveis representativos desse período.




O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Ribeira ganhará um Centro Cultural de Fazeres na antiga Casa Paris





O bairro da Ribeira ganhará um Centro Cultural de Fazeres. A proposta da Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Cultura de Natal (Secult/Funcarte) é unir a preservação do patrimônio material pela requalificação de um edifício histórico, com a salvaguarda da memória de valores culturais invisibilizados e o aperfeiçoamento e incentivo a empreendedores da economia criativa.

Este projeto faz parte da iniciativa federal PAC Seleções, que por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) selecionou 105 propostas de preservação do Patrimônio Cultural no Brasil. A proposta selecionada entre as mais de 3 mil inscritas, é a requalificação do edifício Paris em Natal para a implantação do Centro Cultural de Fazeres.

Para o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão, o projeto contribuirá para o fortalecimento da Identidade Cultural, além do  estímulo ao turismo cultural e ao crescimento da economia na região. Serão R$ 400 mil disponibilizados para contratação dos projetos legais e executivos que contemplarão esta proposta.

“O Centro de Fazeres integrará o patrimônio material e imaterial, além de evidenciar ofícios invisibilizados ao longo de anos e que são referências culturais, como a transmissão de saberes de ourives, sapateiros, artistas plásticos, consertos de móveis antigos, antiquários, ferreiros, aderecistas, relojoeiros, torneiros mecânicos, marceneiros, niqueladores, entre outros”, ressalta o secretário.

A Funcarte, por meio do Departamento de Patrimônio Cultural, que concebeu a proposta, tem realizado tratativas com o proprietário do imóvel para elaboração do plano de gestão compartilhada, e em fase de formalização do Termo de Compromisso com o Iphan para iniciar o processo licitatório de contratação dos projetos técnicos de requalificação da edificação histórica para implantação do Centro.  

Paris em Natal

A referida edificação tem relevância histórica e possui as especificidades próprias de um imóvel histórico, tombado em nível federal, localizado na Praça Augusto Severo N° 250, no bairro da Ribeira.

O edifício conhecido como “Paris em Natal”, localiza-se onde fora um dos endereços mais nobres da capital potiguar nos anos de 1920. Abrigou a elegante loja Paris em Natal, que fornecia aos seletos clientes as mais novas tendências da moda europeia, já que era costume da alta sociedade natalense desfilar pelas ruas da Ribeira à moda parisiense. No período da II Guerra Mundial, foi Sede do Observador Naval da US Navy e faz parte do conjunto de imóveis representativos desse período.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos