Imagem Projeto de reajuste é aprovado – Foto: Reprodução\ALRN

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

A Assembleia Legislativa (ALRN) leu nesta quarta-feira (20) o projeto de lei  do reajuste salarial dos professores, enviado pelo Governo do Rio Grande do Norte, que visa reajustar os vencimentos básicos dos ocupantes de cargos públicos efetivos de professor e de especialista de educação.

 De acordo com o texto, o reajuste será de 3,62%, aplicado de forma automática para todos os professores e especialistas de Educação ativos, aposentados e pensionistas, cuja remuneração seja inferior ao piso salarial nacional fixado para o ano de 2024. O piso nacional do magistério público da educação básica foi atualizado através da Portaria nº 61 de 31 de janeiro de 2024, do MEC, e fixa o valor em R$ 4.580,57.

O projeto diz que o pagamento será com efeito retroativo a 1º de janeiro, conforme determina a legislação nacional. O valor correspondente aos vencimentos retroativos serão pagos de forma parcelada, a ser negociada entre a administração estadual e os servidores da educação.

Dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte RN) estiveram presentes  na Assembleia Legislativa  e cobraram celeridade na tramitação do projeto. Os representantes dos professores foram recebidos pelo deputado Francisco do PT, líder do governo na Assembleia, que prometeu pedir, em uma reunião de líderes solicitada por ele, a dispensa da tramitação do PLC, para que a matéria seja votada o quanto antes e o reajuste devidamente aplicado.

Caso a solicitação seja aceita pelo Colégio de Líderes da ALRN, a tramitação será dispensada em todas as comissões, com exceção da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), onde é obrigatória a análise da matéria, com previsão para ocorrer já na próxima semana, e então, o PLC será encaminhado para apreciação do plenário.

Com informações do Novo Notícias

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Projeto de reajuste salarial dos professores é enviado a ALRN pelo Governo Estadual



A Assembleia Legislativa (ALRN) leu nesta quarta-feira (20) o projeto de lei  do reajuste salarial dos professores, enviado pelo Governo do Rio Grande do Norte, que visa reajustar os vencimentos básicos dos ocupantes de cargos públicos efetivos de professor e de especialista de educação.

 De acordo com o texto, o reajuste será de 3,62%, aplicado de forma automática para todos os professores e especialistas de Educação ativos, aposentados e pensionistas, cuja remuneração seja inferior ao piso salarial nacional fixado para o ano de 2024. O piso nacional do magistério público da educação básica foi atualizado através da Portaria nº 61 de 31 de janeiro de 2024, do MEC, e fixa o valor em R$ 4.580,57.

O projeto diz que o pagamento será com efeito retroativo a 1º de janeiro, conforme determina a legislação nacional. O valor correspondente aos vencimentos retroativos serão pagos de forma parcelada, a ser negociada entre a administração estadual e os servidores da educação.

Dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte RN) estiveram presentes  na Assembleia Legislativa  e cobraram celeridade na tramitação do projeto. Os representantes dos professores foram recebidos pelo deputado Francisco do PT, líder do governo na Assembleia, que prometeu pedir, em uma reunião de líderes solicitada por ele, a dispensa da tramitação do PLC, para que a matéria seja votada o quanto antes e o reajuste devidamente aplicado.

Caso a solicitação seja aceita pelo Colégio de Líderes da ALRN, a tramitação será dispensada em todas as comissões, com exceção da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), onde é obrigatória a análise da matéria, com previsão para ocorrer já na próxima semana, e então, o PLC será encaminhado para apreciação do plenário.

Com informações do Novo Notícias


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos