Programa Desenrola Pequenos Negócios renegocia mais de R$ 2,1 bilhões em dívidas bancárias



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Imagem Negociações vão até o dia 30 de junho – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Até o dia 30 de junho, o programa Desenrola Pequenos Negócios já havia beneficiado mais de 60.864 clientes, com a renegociação de um montante superior a R$ 2,1 bilhões em dívidas bancárias. Os dados foram divulgados pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em colaboração com o Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte (MEMP) e o Ministério da Fazenda.

O programa, lançado com o objetivo de auxiliar micro e pequenas empresas que enfrentam dificuldades financeiras devido a dívidas acumuladas até 23 de janeiro de 2024, conta com a participação dos sete principais bancos do país: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander, Sicredi e Mercantil do Brasil.

Desde o início, os bancos têm oferecido condições especiais para a renegociação de dívidas, visando empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. As renegociações podem ser realizadas diretamente com a instituição financeira onde as dívidas estão pendentes, através de seus canais oficiais de atendimento, incluindo agências físicas, plataformas online ou aplicativos móveis específicos.

Cada banco define seus próprios prazos e condições para as renegociações, assegurando que apenas as ofertas cadastradas no programa Desenrola Pequenos Negócios sejam válidas. A Febraban enfatiza a importância de os empresários verificarem a legitimidade das ofertas de renegociação diretamente nos canais oficiais dos bancos participantes, evitando aceitar propostas de fontes não confiáveis.






O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Programa Desenrola Pequenos Negócios renegocia mais de R$ 2,1 bilhões em dívidas bancárias



Imagem Negociações vão até o dia 30 de junho – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil


Até o dia 30 de junho, o programa Desenrola Pequenos Negócios já havia beneficiado mais de 60.864 clientes, com a renegociação de um montante superior a R$ 2,1 bilhões em dívidas bancárias. Os dados foram divulgados pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em colaboração com o Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte (MEMP) e o Ministério da Fazenda.

O programa, lançado com o objetivo de auxiliar micro e pequenas empresas que enfrentam dificuldades financeiras devido a dívidas acumuladas até 23 de janeiro de 2024, conta com a participação dos sete principais bancos do país: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander, Sicredi e Mercantil do Brasil.

Desde o início, os bancos têm oferecido condições especiais para a renegociação de dívidas, visando empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. As renegociações podem ser realizadas diretamente com a instituição financeira onde as dívidas estão pendentes, através de seus canais oficiais de atendimento, incluindo agências físicas, plataformas online ou aplicativos móveis específicos.

Cada banco define seus próprios prazos e condições para as renegociações, assegurando que apenas as ofertas cadastradas no programa Desenrola Pequenos Negócios sejam válidas. A Febraban enfatiza a importância de os empresários verificarem a legitimidade das ofertas de renegociação diretamente nos canais oficiais dos bancos participantes, evitando aceitar propostas de fontes não confiáveis.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos