Procon Natal divulga pesquisa de preços da cesta básica com redução no mês de junho



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Imagem Cesta básica teve uma queda de R$ 2,49 – Foto: Reprodução

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon Natal divulgou nesta semana os resultados da pesquisa de preços da cesta básica na capital potiguar referente ao mês de junho. Segundo o levantamento realizado pelo Núcleo de Pesquisa do órgão, o valor médio da cesta básica ficou em R$ 426,56, representando uma redução de R$ 2,49 em comparação ao mês anterior. Este é o segundo mês consecutivo de queda nos preços desde o início do ano.

A pesquisa abrangeu 26 estabelecimentos comerciais em Natal, incluindo oito hipermercados, sete atacarejos e 11 supermercados de bairro, distribuídos por todas as zonas da cidade. Foram monitorados os preços de 40 itens que compõem a cesta básica, categorizados em mercearia, açougue, higiene/limpeza e hortifrúti.

Variações nos preços por categoria:

Na categoria de mercearia, alguns produtos apresentaram aumento em seus preços, como o Arroz agulhinha tipo 2 (kg) com 3,26% de elevação, Açúcar cristal (kg) com aumento de 2,11% e o Pacote de café de 250 g, que teve variação mais significativa de R$ 7,69.

No setor de açougue, destacaram-se os aumentos na carne de primeira alcatra (2,88%), carne de sol (1,45%), frango congelado inteiro (0,11%) e filé de merluza (5,01%).

Por outro lado, as categorias de higiene/limpeza e hortifrúti apresentaram reduções de 2,87% e 7,76%, respectivamente. Apesar de nove itens de hortifrúti terem registrado redução de preço, a batata-inglesa (kg) e a batata-doce (kg) foram os produtos que apresentaram aumento, com R$ 2,18 e R$ 0,42, respectivamente.

Durante o primeiro semestre do ano, o preço médio da cesta básica foi de R$ 426,99, alcançando seu pico em abril com R$ 433,64. Em junho, houve variação significativa ao longo das semanas: começou em R$ 433,65, caiu para R$ 429,50 na segunda semana e continuou a tendência de baixa, atingindo R$ 421,86 na terceira semana e R$ 421,22 na quarta semana do mês.

O Núcleo de Pesquisa do Procon Natal atribuiu a redução de preços de produtos hortifrúti nos meses de maio e junho ao aumento da oferta desses itens. Entretanto, fatores como condições climáticas adversas e a variação do dólar continuam a influenciar no aumento de produtos como arroz, açúcar, café e carne.

Para os consumidores, é recomendável acompanhar as variações de preços ao longo da semana e em dias específicos, utilizando as informações fornecidas pelo Procon Natal. Qualquer dúvida, denúncia ou consulta pode ser feita através do WhatsApp (84) 98812-3865, pelo e-mail procon.natal@natal.gov.br ou pessoalmente na sede do órgão, localizada na Rua Ulisses Caldas, 181, bairro Cidade Alta.






O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Procon Natal divulga pesquisa de preços da cesta básica com redução no mês de junho



Imagem Cesta básica teve uma queda de R$ 2,49 – Foto: Reprodução


O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon Natal divulgou nesta semana os resultados da pesquisa de preços da cesta básica na capital potiguar referente ao mês de junho. Segundo o levantamento realizado pelo Núcleo de Pesquisa do órgão, o valor médio da cesta básica ficou em R$ 426,56, representando uma redução de R$ 2,49 em comparação ao mês anterior. Este é o segundo mês consecutivo de queda nos preços desde o início do ano.

A pesquisa abrangeu 26 estabelecimentos comerciais em Natal, incluindo oito hipermercados, sete atacarejos e 11 supermercados de bairro, distribuídos por todas as zonas da cidade. Foram monitorados os preços de 40 itens que compõem a cesta básica, categorizados em mercearia, açougue, higiene/limpeza e hortifrúti.

Variações nos preços por categoria:

Na categoria de mercearia, alguns produtos apresentaram aumento em seus preços, como o Arroz agulhinha tipo 2 (kg) com 3,26% de elevação, Açúcar cristal (kg) com aumento de 2,11% e o Pacote de café de 250 g, que teve variação mais significativa de R$ 7,69.

No setor de açougue, destacaram-se os aumentos na carne de primeira alcatra (2,88%), carne de sol (1,45%), frango congelado inteiro (0,11%) e filé de merluza (5,01%).

Por outro lado, as categorias de higiene/limpeza e hortifrúti apresentaram reduções de 2,87% e 7,76%, respectivamente. Apesar de nove itens de hortifrúti terem registrado redução de preço, a batata-inglesa (kg) e a batata-doce (kg) foram os produtos que apresentaram aumento, com R$ 2,18 e R$ 0,42, respectivamente.

Durante o primeiro semestre do ano, o preço médio da cesta básica foi de R$ 426,99, alcançando seu pico em abril com R$ 433,64. Em junho, houve variação significativa ao longo das semanas: começou em R$ 433,65, caiu para R$ 429,50 na segunda semana e continuou a tendência de baixa, atingindo R$ 421,86 na terceira semana e R$ 421,22 na quarta semana do mês.

O Núcleo de Pesquisa do Procon Natal atribuiu a redução de preços de produtos hortifrúti nos meses de maio e junho ao aumento da oferta desses itens. Entretanto, fatores como condições climáticas adversas e a variação do dólar continuam a influenciar no aumento de produtos como arroz, açúcar, café e carne.

Para os consumidores, é recomendável acompanhar as variações de preços ao longo da semana e em dias específicos, utilizando as informações fornecidas pelo Procon Natal. Qualquer dúvida, denúncia ou consulta pode ser feita através do WhatsApp (84) 98812-3865, pelo e-mail procon.natal@natal.gov.br ou pessoalmente na sede do órgão, localizada na Rua Ulisses Caldas, 181, bairro Cidade Alta.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos