Prazo para renegociação de dívidas do Fies é estendido até 31 de Agosto



Imagem Foto: Reprodução
0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O prazo para adesão ao Desenrola Fies, programa que permite a renegociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), foi estendido por três meses, até o dia 31 de agosto. Inicialmente, os estudantes teriam até esta sexta-feira (31) para aproveitar as condições especiais de quitação ou extensão do parcelamento das dívidas.

Em nota oficial, o Comitê Gestor do Fies informou nesta quarta-feira (29), em Brasília, que a baixa adesão ao programa e a situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul motivaram a prorrogação do prazo. Conforme o comitê, apenas 22,8% das adesões esperadas foram efetivadas, enquanto no estado afetado por severas condições climáticas, a adesão alcançou 26,8%. “Pedidos de prorrogação foram apresentados por estudantes que perderam seus documentos e bens devido ao alagamento de suas casas”, explicou o comitê.

A resolução que altera o prazo foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (29). As regras para a negociação permanecem inalteradas. Para participar, o contrato de financiamento deve ter sido celebrado até o ano de 2017 e a dívida ainda deve estar vigente em 30 de junho de 2023.

Criado em 2001, o Fies tem como objetivo permitir que estudantes de baixa renda familiar concluam o ensino superior, financiando cursos de graduação em instituições privadas. Desde 2018, o Fies oferece juros zero para estudantes com menor renda familiar e uma escala de financiamento para famílias com renda de até três salários mínimos.

Para se inscrever no programa, é necessário ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média de notas nas provas igual ou superior a 450 pontos, além de não ter zerado a redação.




O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Prazo para renegociação de dívidas do Fies é estendido até 31 de Agosto



Imagem Foto: Reprodução


O prazo para adesão ao Desenrola Fies, programa que permite a renegociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), foi estendido por três meses, até o dia 31 de agosto. Inicialmente, os estudantes teriam até esta sexta-feira (31) para aproveitar as condições especiais de quitação ou extensão do parcelamento das dívidas.

Em nota oficial, o Comitê Gestor do Fies informou nesta quarta-feira (29), em Brasília, que a baixa adesão ao programa e a situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul motivaram a prorrogação do prazo. Conforme o comitê, apenas 22,8% das adesões esperadas foram efetivadas, enquanto no estado afetado por severas condições climáticas, a adesão alcançou 26,8%. “Pedidos de prorrogação foram apresentados por estudantes que perderam seus documentos e bens devido ao alagamento de suas casas”, explicou o comitê.

A resolução que altera o prazo foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (29). As regras para a negociação permanecem inalteradas. Para participar, o contrato de financiamento deve ter sido celebrado até o ano de 2017 e a dívida ainda deve estar vigente em 30 de junho de 2023.

Criado em 2001, o Fies tem como objetivo permitir que estudantes de baixa renda familiar concluam o ensino superior, financiando cursos de graduação em instituições privadas. Desde 2018, o Fies oferece juros zero para estudantes com menor renda familiar e uma escala de financiamento para famílias com renda de até três salários mínimos.

Para se inscrever no programa, é necessário ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média de notas nas provas igual ou superior a 450 pontos, além de não ter zerado a redação.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos