0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Diante da falta de avanços e, inclusive, dos retrocessos na mesa de negociação com o Governo do Estado, os Policiais Civis e Servidores da Sesed decidiram iniciar uma mobilização geral na próxima segunda-feira, dia 15 de abril. A partir das 8h, todos irão se concentrar na sede do sindicato para Assembleia Geral e definição de ações de luta. As informações são do Sindicato dos Policiais Civis do RN.

Essas categorias se reuniram no SINPOL-RN na manhã desta terça, 9. A diretoria do sindicato repassou informações sobre a reunião que teve com o secretário de Administração, Pedro Lopes, na tarde dessa segunda, 8. Foi dito que, mais uma vez, o Governo recuou do que havia sido acordado anteriormente.

“Nós tínhamos um entendimento, feito logo após o Carnaval, para resolução do problema do CRI [antigo ADTS]. A equipe do Governo, incluindo o próprio Pedro Lopes, havia concordado com a proposta construída. Agora, iríamos negociar a valorização salarial, assim como tem acontecido com outras categorias. No entanto, para surpresa, o secretário de Administração apresentou uma proposta totalmente diferente, desconsiderando tudo que havia sido construído e, pior, sem aplicar uma valorização”, explica Nilton Arruda.

De acordo com o presidente do SINPOL-RN, diante dessa falta de respeito com o sindicato, associações e, principalmente, com os Policiais Civis, houve o entendimento pela deflagração de um movimento de luta.

“Infelizmente, o secretário Pedro Lopes tem tido uma postura em mesa que parece pender para o lado pessoal, haja vista que, em 2023, ele foi alvo de uma operação da Polícia Civil e, agora, não tem demonstrado uma postura isenta nas tratativas com essa classe. Além disso, o Governo do Estado, mais uma vez, insiste em massacrar os Policiais Civis e Servidores da Sesed, desrespeitando e desprestigiando essas categorias que tanto têm feito pela Segurança Pública. Então, não nos resta outro caminho que não seja ir pra rua lutar por dignidade e respeito. A partir de segunda, nossa mobilização geral terá início com força total”, completa.

Nos próximos dias, a direção do SINPOL-RN irá passar nas delegacias para conversar com a categoria

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Policiais civis decidem iniciar mobilização geral a partir de segunda-feira, dia 15



Diante da falta de avanços e, inclusive, dos retrocessos na mesa de negociação com o Governo do Estado, os Policiais Civis e Servidores da Sesed decidiram iniciar uma mobilização geral na próxima segunda-feira, dia 15 de abril. A partir das 8h, todos irão se concentrar na sede do sindicato para Assembleia Geral e definição de ações de luta. As informações são do Sindicato dos Policiais Civis do RN.

Essas categorias se reuniram no SINPOL-RN na manhã desta terça, 9. A diretoria do sindicato repassou informações sobre a reunião que teve com o secretário de Administração, Pedro Lopes, na tarde dessa segunda, 8. Foi dito que, mais uma vez, o Governo recuou do que havia sido acordado anteriormente.

“Nós tínhamos um entendimento, feito logo após o Carnaval, para resolução do problema do CRI [antigo ADTS]. A equipe do Governo, incluindo o próprio Pedro Lopes, havia concordado com a proposta construída. Agora, iríamos negociar a valorização salarial, assim como tem acontecido com outras categorias. No entanto, para surpresa, o secretário de Administração apresentou uma proposta totalmente diferente, desconsiderando tudo que havia sido construído e, pior, sem aplicar uma valorização”, explica Nilton Arruda.

De acordo com o presidente do SINPOL-RN, diante dessa falta de respeito com o sindicato, associações e, principalmente, com os Policiais Civis, houve o entendimento pela deflagração de um movimento de luta.

“Infelizmente, o secretário Pedro Lopes tem tido uma postura em mesa que parece pender para o lado pessoal, haja vista que, em 2023, ele foi alvo de uma operação da Polícia Civil e, agora, não tem demonstrado uma postura isenta nas tratativas com essa classe. Além disso, o Governo do Estado, mais uma vez, insiste em massacrar os Policiais Civis e Servidores da Sesed, desrespeitando e desprestigiando essas categorias que tanto têm feito pela Segurança Pública. Então, não nos resta outro caminho que não seja ir pra rua lutar por dignidade e respeito. A partir de segunda, nossa mobilização geral terá início com força total”, completa.

Nos próximos dias, a direção do SINPOL-RN irá passar nas delegacias para conversar com a categoria


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos