Operação da PF e Receita Federal apreendem 50 mil maços de cigarros contrabandeados



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Imagem Maços de cigarros são apreendidos no Alecrim — Foto: Divulgação/PF

Na manhã desta quinta-feira (14), uma operação conjunta entre a Receita Federal, a Polícia Federal e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) resultou na apreensão de 50 mil maços de cigarros em Natal e na Região Metropolitana. A ação, voltada para o combate ao comércio ilegal do produto, teve como alvo principal depósitos no bairro Alecrim, na Zona Leste da capital potiguar.

Quatro depósitos foram alvo de três mandados de busca e apreensão, além da fiscalização em cigarreiras clandestinas, em uma ação que mobilizou mais de 40 agentes das três instituições envolvidas. Segundo a Polícia Federal, os 50 mil maços de cigarros serão destruídos.

O crime de contrabando de cigarros é passível de uma pena de até 5 anos de prisão, além de multa. Durante a operação, além dos cigarros, foram apreendidos três veículos, telefones, computadores e documentos. Todos esses itens serão submetidos a análises para dar prosseguimento às investigações, conforme informou a PF.

A ação, denominada “Operação Retomada”, tem como objetivo coibir e reprimir a distribuição e venda ilegal de cigarros contrabandeados e falsificados.






O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Operação da PF e Receita Federal apreendem 50 mil maços de cigarros contrabandeados



Imagem Maços de cigarros são apreendidos no Alecrim — Foto: Divulgação/PF


Na manhã desta quinta-feira (14), uma operação conjunta entre a Receita Federal, a Polícia Federal e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) resultou na apreensão de 50 mil maços de cigarros em Natal e na Região Metropolitana. A ação, voltada para o combate ao comércio ilegal do produto, teve como alvo principal depósitos no bairro Alecrim, na Zona Leste da capital potiguar.

Quatro depósitos foram alvo de três mandados de busca e apreensão, além da fiscalização em cigarreiras clandestinas, em uma ação que mobilizou mais de 40 agentes das três instituições envolvidas. Segundo a Polícia Federal, os 50 mil maços de cigarros serão destruídos.

O crime de contrabando de cigarros é passível de uma pena de até 5 anos de prisão, além de multa. Durante a operação, além dos cigarros, foram apreendidos três veículos, telefones, computadores e documentos. Todos esses itens serão submetidos a análises para dar prosseguimento às investigações, conforme informou a PF.

A ação, denominada “Operação Retomada”, tem como objetivo coibir e reprimir a distribuição e venda ilegal de cigarros contrabandeados e falsificados.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos