Novo nome emerge para vice de Allyson



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Marcos Bezerra, diretor executivo de Atenção Integral à Saúde, se desincompatibilizou do cargo, na última sexta-feira, 28, para estar apto a vaga de vice na chapa de reeleição do prefeito Allyson Bezerra (UB).

Marcos é nome de confiança do alcaide, o que o coloca com a patente buscada por Allyson para escolher quem vai lhe compor chapa.

Com a condenação de Kadson Eduardo, braço direito do prefeito, e a nova configuração política, em que o vereador Lawrence Amorim (PSDB) que pleiteava a vice passou para a oposição, a composição de companheiro de Allyson passou a ser cobiçada.

O ex-secretário Thiago Marques (SDD) chegou a ser ventilado como vice, mas seguirá projeto para vereador. Se eleito, o que é bem provável, terá a aquiescência do Palácio da Resistência, sede da municipalidade, para ser o presidente da Câmara Municipal.

Paulo Linhares (PSD), que se desincompatibilizou há pouco tempo da presidência da previdência municipal, também almeja a vice. A favor de Linhares está sua defesa pela senadora Zenaide Maia (PSD). Contudo, o nome do ex-presidente da previdência é rechaçado pelo núcleo político de Allyson, que o vê como um peso na chapa de reeleição.

Se Paulo não ceder, se verá diante de um fogo amigo. Marcos é o preferido da entourage palaciana, que não poupará esforços para elevá-lo a chapa.

Com a chegada do nome de Marcos Bezerra ao tabuleiro como uma opção para Allyson, o companheiro de palanque do prefeito começa a ganhar um rosto.






O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Novo nome emerge para vice de Allyson





Marcos Bezerra, diretor executivo de Atenção Integral à Saúde, se desincompatibilizou do cargo, na última sexta-feira, 28, para estar apto a vaga de vice na chapa de reeleição do prefeito Allyson Bezerra (UB).

Marcos é nome de confiança do alcaide, o que o coloca com a patente buscada por Allyson para escolher quem vai lhe compor chapa.

Com a condenação de Kadson Eduardo, braço direito do prefeito, e a nova configuração política, em que o vereador Lawrence Amorim (PSDB) que pleiteava a vice passou para a oposição, a composição de companheiro de Allyson passou a ser cobiçada.

O ex-secretário Thiago Marques (SDD) chegou a ser ventilado como vice, mas seguirá projeto para vereador. Se eleito, o que é bem provável, terá a aquiescência do Palácio da Resistência, sede da municipalidade, para ser o presidente da Câmara Municipal.

Paulo Linhares (PSD), que se desincompatibilizou há pouco tempo da presidência da previdência municipal, também almeja a vice. A favor de Linhares está sua defesa pela senadora Zenaide Maia (PSD). Contudo, o nome do ex-presidente da previdência é rechaçado pelo núcleo político de Allyson, que o vê como um peso na chapa de reeleição.

Se Paulo não ceder, se verá diante de um fogo amigo. Marcos é o preferido da entourage palaciana, que não poupará esforços para elevá-lo a chapa.

Com a chegada do nome de Marcos Bezerra ao tabuleiro como uma opção para Allyson, o companheiro de palanque do prefeito começa a ganhar um rosto.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos