Foi para a praia no final de semana? Veja quais são os trechos impróprios para banho no RN



Foi para a praia no final de semana? Veja quais são os trechos impróprios para banho no RN
0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O Boletim da Balneabilidade das praias do Rio Grande do Norte número 11 de 2024, divulgado revela que, dos 33 trechos analisados, 28 estão considerados próprios para banho, enquanto 5 pontos foram classificados como impróprios. 

Os locais identificados como inadequados são: Praia de Areia Preta (Praça da Jangada), em Natal; Foz do Rio Pirangi e Pirangi do Sul (Igreja), em Nísia Floresta; e Rio Pium (Ponte Nova e Balneário Pium), em Parnamirim.

As amostras de água foram coletadas e classificadas em pontos distribuídos ao longo da faixa costeira dos municípios de Extremoz, Natal, Parnamirim e Nísia Floresta. 

A avaliação baseia-se na detecção de coliformes termotolerantes presentes na água, seguindo as normas estabelecidas na Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

O estudo é resultado de uma colaboração entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (FUNCERN), como parte do Programa Água Azul.

Para acessar informações detalhadas sobre o boletim, visite o site oficial do Idema.

Para ler mais notícias do RN, clique aqui.

Foi para a praia no final de semana? Veja quais são os trechos impróprios para banho no RN



Foi para a praia no final de semana? Veja quais são os trechos impróprios para banho no RN

O Boletim da Balneabilidade das praias do Rio Grande do Norte número 11 de 2024, divulgado revela que, dos 33 trechos analisados, 28 estão considerados próprios para banho, enquanto 5 pontos foram classificados como impróprios. 

Os locais identificados como inadequados são: Praia de Areia Preta (Praça da Jangada), em Natal; Foz do Rio Pirangi e Pirangi do Sul (Igreja), em Nísia Floresta; e Rio Pium (Ponte Nova e Balneário Pium), em Parnamirim.

As amostras de água foram coletadas e classificadas em pontos distribuídos ao longo da faixa costeira dos municípios de Extremoz, Natal, Parnamirim e Nísia Floresta. 

A avaliação baseia-se na detecção de coliformes termotolerantes presentes na água, seguindo as normas estabelecidas na Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

O estudo é resultado de uma colaboração entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (FUNCERN), como parte do Programa Água Azul.

Para acessar informações detalhadas sobre o boletim, visite o site oficial do Idema.

Para ler mais notícias do RN, clique aqui.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte