Black Friday 2023: cuidados indispensáveis para evitar golpes e fraudes

Olha o golpe! Saiba quais os principais perigos à espreita e veja dicas de como se proteger.


|


Imagem Reprodução





A Black Friday, evento conhecido por suas ofertas atrativas, também se torna um terreno fértil para golpistas que buscam explorar a empolgação dos consumidores em busca de descontos. Segundo pesquisadores, os golpes durante a Black Friday podem ser até 82% mais frequentes do que em outras épocas do ano. Portanto, é crucial estar ciente das práticas fraudulentas comuns e adotar medidas de precaução. A seguir, apresentamos os golpes mais recorrentes e dicas para proteger-se durante essa temporada de compras.

Cupons falsos

Durante a Black Friday, muitas lojas oferecem cupons de desconto, e é comum encontrá-los em sites especializados. No entanto, golpistas criam páginas falsas para disponibilizar códigos fraudulentos, visando roubar informações pessoais. Recomenda-se desconfiar de sites desconhecidos e priorizar plataformas bem avaliadas. Certifique-se de ler os termos e condições e verifique a autenticidade no site oficial da loja.

Sites falsos

Golpistas frequentemente criam sites falsos que imitam empresas confiáveis para coletar dados pessoais ou distribuir malware. Verifique se a URL começa com “https://” e confirme a autenticidade do domínio. Sites fraudulentos geralmente apresentam erros gramaticais e ortográficos, sendo útil consultar ferramentas como o portal Posso Confiar para avaliar a reputação da loja.

Phishing por WhatsApp ou SMS

O phishing, utilizando técnicas de engenharia social, é comum durante a Black Friday. Mensagens falsas por WhatsApp ou SMS podem conter links maliciosos ou solicitar informações pessoais. Evite fornecer dados sigilosos por mensagens e verifique a autenticidade do perfil entrando em contato com a empresa por outros meios.

E-mails falsos para confirmação

Golpistas enviam e-mails falsos de confirmação de compras inexistentes, induzindo a vítima a fornecer informações do cartão de crédito. Verifique o extrato do cartão antes de agir e, se necessário, entre em contato diretamente com o banco. Avalie o conteúdo do e-mail em busca de sinais de golpe.

Golpe do pix falso

Golpistas podem tentar fraudar pagamentos via Pix, especialmente durante a Black Friday. Acesse apenas sites e aplicativos oficiais para compras, evite links de contatos desconhecidos e mantenha-se alerta a pagamentos via Pix.

Promoções pela “metade do dobro”

O conhecido “Golpe da Metade do Dobro” envolve a elevação artificial de preços antes da Black Friday, seguida por uma redução fictícia, criando a ilusão de desconto. Acompanhe os preços antecipadamente e utilize sites comparadores para verificar a autenticidade dos descontos.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments



Black Friday 2023: cuidados indispensáveis para evitar golpes e fraudes


Imagem Reprodução

Olha o golpe! Saiba quais os principais perigos à espreita e veja dicas de como se proteger.


A Black Friday, evento conhecido por suas ofertas atrativas, também se torna um terreno fértil para golpistas que buscam explorar a empolgação dos consumidores em busca de descontos. Segundo pesquisadores, os golpes durante a Black Friday podem ser até 82% mais frequentes do que em outras épocas do ano. Portanto, é crucial estar ciente das práticas fraudulentas comuns e adotar medidas de precaução. A seguir, apresentamos os golpes mais recorrentes e dicas para proteger-se durante essa temporada de compras.

Cupons falsos

Durante a Black Friday, muitas lojas oferecem cupons de desconto, e é comum encontrá-los em sites especializados. No entanto, golpistas criam páginas falsas para disponibilizar códigos fraudulentos, visando roubar informações pessoais. Recomenda-se desconfiar de sites desconhecidos e priorizar plataformas bem avaliadas. Certifique-se de ler os termos e condições e verifique a autenticidade no site oficial da loja.

Sites falsos

Golpistas frequentemente criam sites falsos que imitam empresas confiáveis para coletar dados pessoais ou distribuir malware. Verifique se a URL começa com “https://” e confirme a autenticidade do domínio. Sites fraudulentos geralmente apresentam erros gramaticais e ortográficos, sendo útil consultar ferramentas como o portal Posso Confiar para avaliar a reputação da loja.

Phishing por WhatsApp ou SMS

O phishing, utilizando técnicas de engenharia social, é comum durante a Black Friday. Mensagens falsas por WhatsApp ou SMS podem conter links maliciosos ou solicitar informações pessoais. Evite fornecer dados sigilosos por mensagens e verifique a autenticidade do perfil entrando em contato com a empresa por outros meios.

E-mails falsos para confirmação

Golpistas enviam e-mails falsos de confirmação de compras inexistentes, induzindo a vítima a fornecer informações do cartão de crédito. Verifique o extrato do cartão antes de agir e, se necessário, entre em contato diretamente com o banco. Avalie o conteúdo do e-mail em busca de sinais de golpe.

Golpe do pix falso

Golpistas podem tentar fraudar pagamentos via Pix, especialmente durante a Black Friday. Acesse apenas sites e aplicativos oficiais para compras, evite links de contatos desconhecidos e mantenha-se alerta a pagamentos via Pix.

Promoções pela “metade do dobro”

O conhecido “Golpe da Metade do Dobro” envolve a elevação artificial de preços antes da Black Friday, seguida por uma redução fictícia, criando a ilusão de desconto. Acompanhe os preços antecipadamente e utilize sites comparadores para verificar a autenticidade dos descontos.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments