Presidente do IBGE defende modelo chinês de divulgação de estatísticas

Questões estatísticas Pochmann destacou que o antigo método, no qual o IBGE produzia informações, realizava uma entrevista coletiva e transferia a responsabilidade para o grande público por meio dos meios de comunicação tradicionais, pertence ao passado.


|


Imagem Marcelo Camargo/Ag. Brasil





O presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Marcio Pochmann, sinaliza uma potencial transformação na forma de divulgar as estatísticas do instituto, classificando o modelo atual como “comunicação do passado”. A declaração foi feita durante uma palestra aos funcionários em 24 de outubro, em uma cerimônia transmitida e gravada no YouTube, embora não esteja listada publicamente.

Pochmann destacou que o antigo método, no qual o IBGE produzia informações, realizava uma entrevista coletiva e transferia a responsabilidade para o grande público por meio dos meios de comunicação tradicionais, pertence ao passado. No entanto, não especificou detalhes sobre como será a nova abordagem na transmissão das informações provenientes dos estudos conduzidos pela instituição.

O presidente do IBGE ressaltou a mudança no cenário atual, observando que cada indivíduo possui a capacidade de se comunicar, produzir análises e expressar opiniões. Ele enfatizou a complexidade da sociedade contemporânea, citando a disseminação de notícias falsas e mentiras, principalmente nas redes sociais.

Atualmente, os resultados das pesquisas e estudos realizados pelo IBGE, que fornecem números oficiais como os de inflação e Produto Interno Bruto (PIB), são divulgados simultaneamente a diversos veículos de imprensa, por meio de entrevistas concedidas pelos técnicos do instituto.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments



Presidente do IBGE defende modelo chinês de divulgação de estatísticas


Imagem Marcelo Camargo/Ag. Brasil

Questões estatísticas Pochmann destacou que o antigo método, no qual o IBGE produzia informações, realizava uma entrevista coletiva e transferia a responsabilidade para o grande público por meio dos meios de comunicação tradicionais, pertence ao passado.


O presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Marcio Pochmann, sinaliza uma potencial transformação na forma de divulgar as estatísticas do instituto, classificando o modelo atual como “comunicação do passado”. A declaração foi feita durante uma palestra aos funcionários em 24 de outubro, em uma cerimônia transmitida e gravada no YouTube, embora não esteja listada publicamente.

Pochmann destacou que o antigo método, no qual o IBGE produzia informações, realizava uma entrevista coletiva e transferia a responsabilidade para o grande público por meio dos meios de comunicação tradicionais, pertence ao passado. No entanto, não especificou detalhes sobre como será a nova abordagem na transmissão das informações provenientes dos estudos conduzidos pela instituição.

O presidente do IBGE ressaltou a mudança no cenário atual, observando que cada indivíduo possui a capacidade de se comunicar, produzir análises e expressar opiniões. Ele enfatizou a complexidade da sociedade contemporânea, citando a disseminação de notícias falsas e mentiras, principalmente nas redes sociais.

Atualmente, os resultados das pesquisas e estudos realizados pelo IBGE, que fornecem números oficiais como os de inflação e Produto Interno Bruto (PIB), são divulgados simultaneamente a diversos veículos de imprensa, por meio de entrevistas concedidas pelos técnicos do instituto.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments