Paralisação pela Implementação da Carreira SUAS e Valorização dos Servidores Municipais acontece em Natal



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Após 13 anos de luta pela implementação da carreira do SUAS, representantes da comissão e do SINSENAT, fizeram uma paralisação de 48 horas. Como resultado, reuniram-se com a  Secretária de Assistência Social, Andréia Dias, no Palácio Felipe Camarão, sede da prefeitura do Natal, onde ficou acordada uma reunião nesta terça-feira (2), às 8h da manhã, na sede do SEMTAS e na quarta-feira (3).

A reunião desta quarta-feira (3) acontecerá às 10h, na Secretaria de Administração, para definir prazos e diretrizes visando encaminhar o projeto de lei da carreira SUAS à Câmara Municipal.

Os manifestantes veem a implementação da carreira como uma forma de garantir um atendimento digno à população em situação de vulnerabilidade. A luta tem como objetivo melhorar as condições de trabalho dos servidores e garantir serviços de qualidade à população.

Angélica Marinho, representante do Conselho Regional de Serviço Social e servidora pública, expressou preocupação com as condições precárias de trabalho na Prefeitura de Natal, destacando salários abaixo do mínimo em diversas categorias e a falta de recursos e infraestrutura adequada nos serviços municipais.

Marcone Olímpio, coordenador do SINSENAT, ressaltou a necessidade de diálogo com o prefeito Álvaro Dias para exigir o reconhecimento da data-base e a implementação de progressões na carreira. A paralisação dos serviços do Cadastro Único nas zonas Norte e da Ribeira demonstra a insatisfação dos trabalhadores e a preocupação com a precarização dos serviços sociais municipais, afetando diretamente os usuários.

Paralisação pela Implementação da Carreira SUAS e Valorização dos Servidores Municipais acontece em Natal



Após 13 anos de luta pela implementação da carreira do SUAS, representantes da comissão e do SINSENAT, fizeram uma paralisação de 48 horas. Como resultado, reuniram-se com a  Secretária de Assistência Social, Andréia Dias, no Palácio Felipe Camarão, sede da prefeitura do Natal, onde ficou acordada uma reunião nesta terça-feira (2), às 8h da manhã, na sede do SEMTAS e na quarta-feira (3).

A reunião desta quarta-feira (3) acontecerá às 10h, na Secretaria de Administração, para definir prazos e diretrizes visando encaminhar o projeto de lei da carreira SUAS à Câmara Municipal.

Os manifestantes veem a implementação da carreira como uma forma de garantir um atendimento digno à população em situação de vulnerabilidade. A luta tem como objetivo melhorar as condições de trabalho dos servidores e garantir serviços de qualidade à população.

Angélica Marinho, representante do Conselho Regional de Serviço Social e servidora pública, expressou preocupação com as condições precárias de trabalho na Prefeitura de Natal, destacando salários abaixo do mínimo em diversas categorias e a falta de recursos e infraestrutura adequada nos serviços municipais.

Marcone Olímpio, coordenador do SINSENAT, ressaltou a necessidade de diálogo com o prefeito Álvaro Dias para exigir o reconhecimento da data-base e a implementação de progressões na carreira. A paralisação dos serviços do Cadastro Único nas zonas Norte e da Ribeira demonstra a insatisfação dos trabalhadores e a preocupação com a precarização dos serviços sociais municipais, afetando diretamente os usuários.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte