Lawrence sobre alianças em Mossoró: ‘É um momento de diálogo’



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

O vereador Lawrence Amorim (PSDB), pré-candidato a prefeito de Mossoró, afirma estar em um “trabalho intenso de articulação, ouvindo pessoas, ouvindo ideias, segmentos, partidos”, com vistas às eleições de 2024. Ele abordou o tema, em entrevista ao programa Cenário Político, ontem (27), na TCM Telecom.

“Tem muita gente falando, mas pouca gente sendo ouvida. É um momento de diálogo. E estamos ouvindo o que pode ser feito por Mossoró, através de um projeto viável, que possa ser executado e tenha participação de muitas cabeças pensantes da nossa cidade”, disse.

Segundo ele, uma cidade do potencial de Mossoró não pode ter suas decisões em torno de uma única pessoa.

“É preciso ter a humildade, a sensibilidade, a serenidade de saber ouvir, trazer as ideias e, se essas ideias derem certo, que essas pessoas também sejam valorizadas e enaltecidas pela contribuição que dão”, frisou.

Sem imposição

Especificamente sobre conversas com outros partidos e pré-candidatos, Lawrence lembrou ter sido o quinto a colocar seu nome à disposição à Prefeitura.

“Temos que ter a maturidade, principalmente humildade, e chegar a um processo como esse, não impondo nosso nome nem pedindo que os demais retirem suas pré-candidaturas”.

O presidente da Câmara Municipal projetou para julho as definições sobre alianças partidárias da oposição para a sucessão mossoroense de 2024. “Se vamos estar no mesmo palanque, não é uma decisão que não cabe só a mim, é uma decisão que tem que ser de ambos os lados (da conversa)”, avaliou.

Ao ser perguntado pelo jornalista Vonúvio Praxedes sobre ter perfil agregador, o presidente da Câmara respondeu: “É porque eu não tenho inimigos na política. Posso ter adversários políticos. E, por não ter inimigos na política, não tenho dificuldade de sentar à mesa com nenhum dos partidos para dialogar”.




O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Lawrence sobre alianças em Mossoró: ‘É um momento de diálogo’





O vereador Lawrence Amorim (PSDB), pré-candidato a prefeito de Mossoró, afirma estar em um “trabalho intenso de articulação, ouvindo pessoas, ouvindo ideias, segmentos, partidos”, com vistas às eleições de 2024. Ele abordou o tema, em entrevista ao programa Cenário Político, ontem (27), na TCM Telecom.

“Tem muita gente falando, mas pouca gente sendo ouvida. É um momento de diálogo. E estamos ouvindo o que pode ser feito por Mossoró, através de um projeto viável, que possa ser executado e tenha participação de muitas cabeças pensantes da nossa cidade”, disse.

Segundo ele, uma cidade do potencial de Mossoró não pode ter suas decisões em torno de uma única pessoa.

“É preciso ter a humildade, a sensibilidade, a serenidade de saber ouvir, trazer as ideias e, se essas ideias derem certo, que essas pessoas também sejam valorizadas e enaltecidas pela contribuição que dão”, frisou.

Sem imposição

Especificamente sobre conversas com outros partidos e pré-candidatos, Lawrence lembrou ter sido o quinto a colocar seu nome à disposição à Prefeitura.

“Temos que ter a maturidade, principalmente humildade, e chegar a um processo como esse, não impondo nosso nome nem pedindo que os demais retirem suas pré-candidaturas”.

O presidente da Câmara Municipal projetou para julho as definições sobre alianças partidárias da oposição para a sucessão mossoroense de 2024. “Se vamos estar no mesmo palanque, não é uma decisão que não cabe só a mim, é uma decisão que tem que ser de ambos os lados (da conversa)”, avaliou.

Ao ser perguntado pelo jornalista Vonúvio Praxedes sobre ter perfil agregador, o presidente da Câmara respondeu: “É porque eu não tenho inimigos na política. Posso ter adversários políticos. E, por não ter inimigos na política, não tenho dificuldade de sentar à mesa com nenhum dos partidos para dialogar”.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos