Governadora se reúne com secretários e empresas para avaliar o progresso das obras das unidades do IERN

Educação A construção dos IERNs promete transformar o cenário educacional potiguar com um investimento expressivo de R$ 110 milhões. O Governo pretende entrar dez unidades em 2024.


|


Imagem Foto: Humberto Sales





A governadora Fátima Bezerra participou ontem (10) de uma reunião com as secretarias estaduais de Educação e Infraestrutura e um grupo de construtoras para analisar o progresso das obras nos Institutos de Educação Profissional, Tecnologia e Inovação (IERN). A intenção do Governo do Estado é entregar ainda este ano 10 unidades da instituição.

Muito reconhecida pelos apoios que prestou como deputada e senadora à expansão das escolas técnicas federais no estado (hoje IFRN), a governadora demonstrou querer que o RN tenha uma instituição de qualidade equivalente: “Ao perguntar aos pais onde gostariam que seus filhos estudassem, muitos expressam o desejo de vê-los no Instituto Federal, por exemplo. Queremos ter com os IERNs um papel semelhante na interiorização da educação de qualidade, com a formação profissionais cada vez mais preparados para o atual mercado de trabalho”, disse.

Durante a reunião, a Secretaria de Infraestrutura do Rio Grande do Norte (SIN) ressaltou que as unidades de ensino desempenham uma função social importante para os municípios em que estão inseridos. Os investimentos médios se mantêm constantes, com cada unidade do Instituto Estadual custando aproximadamente R$ 10 milhões.

A construção dos IERNs promete transformar o cenário educacional potiguar com um investimento expressivo de R$ 110 milhões. Cada unidade (que deverá atender de 1200 a 1500 alunos) apresentará uma infraestrutura robusta de 8 mil metros quadrados (m²), incluindo 12 salas de aula, laboratórios, áreas dedicadas ao ensino profissionalizante, biblioteca, auditório, além de amplos espaços verdes internos e externos. As obras estão distribuídas nos municípios de Natal, Touros, Tangará, Santana do Matos, Jardim de Piranhas, Campo Grande, Umarizal, Alexandria, São Miguel, Areia Branca. Além dessas cidades, São José do Mipibu e Mossoró também serão contempladas.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments



Governadora se reúne com secretários e empresas para avaliar o progresso das obras das unidades do IERN


Imagem Foto: Humberto Sales

Educação A construção dos IERNs promete transformar o cenário educacional potiguar com um investimento expressivo de R$ 110 milhões. O Governo pretende entrar dez unidades em 2024.


A governadora Fátima Bezerra participou ontem (10) de uma reunião com as secretarias estaduais de Educação e Infraestrutura e um grupo de construtoras para analisar o progresso das obras nos Institutos de Educação Profissional, Tecnologia e Inovação (IERN). A intenção do Governo do Estado é entregar ainda este ano 10 unidades da instituição.

Muito reconhecida pelos apoios que prestou como deputada e senadora à expansão das escolas técnicas federais no estado (hoje IFRN), a governadora demonstrou querer que o RN tenha uma instituição de qualidade equivalente: “Ao perguntar aos pais onde gostariam que seus filhos estudassem, muitos expressam o desejo de vê-los no Instituto Federal, por exemplo. Queremos ter com os IERNs um papel semelhante na interiorização da educação de qualidade, com a formação profissionais cada vez mais preparados para o atual mercado de trabalho”, disse.

Durante a reunião, a Secretaria de Infraestrutura do Rio Grande do Norte (SIN) ressaltou que as unidades de ensino desempenham uma função social importante para os municípios em que estão inseridos. Os investimentos médios se mantêm constantes, com cada unidade do Instituto Estadual custando aproximadamente R$ 10 milhões.

A construção dos IERNs promete transformar o cenário educacional potiguar com um investimento expressivo de R$ 110 milhões. Cada unidade (que deverá atender de 1200 a 1500 alunos) apresentará uma infraestrutura robusta de 8 mil metros quadrados (m²), incluindo 12 salas de aula, laboratórios, áreas dedicadas ao ensino profissionalizante, biblioteca, auditório, além de amplos espaços verdes internos e externos. As obras estão distribuídas nos municípios de Natal, Touros, Tangará, Santana do Matos, Jardim de Piranhas, Campo Grande, Umarizal, Alexandria, São Miguel, Areia Branca. Além dessas cidades, São José do Mipibu e Mossoró também serão contempladas.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments