Governadora Fátima Bezerra defende prioridade na obra de engorda da praia de Ponta Negra



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Imagem Foto: Elisa Else

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), declarou em um evento nesta terça-feira (9) que a obra de engorda da Praia de Ponta Negra “sempre foi tocada com toda prioridade” pelo Governo do Estado através do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). A afirmação ocorre após um ato de protesto realizado na segunda-feira (8) em frente à sede do órgão.

“A obra é importantíssima para Natal e para o Rio Grande do Norte. Ela sempre foi tratada com toda prioridade e celeridade pelo Governo através do Idema. Mas sempre respeitando a autonomia técnica do órgão”, disse a governadora.

O evento onde a governadora fez a declaração também apresentou dados e indicadores que destacam o impacto das ações de segurança no turismo do Rio Grande do Norte. Questionada sobre a obra de engorda, Fátima Bezerra garantiu que a orientação da gestão estadual é para dar celeridade ao processo.

Na manhã de segunda-feira, manifestantes exigiram que o Idema concedesse as licenças ambientais necessárias para o início da obra de engorda da Praia de Ponta Negra. O ato, realizado em frente à sede do órgão, contou com a presença do prefeito Álvaro Dias (Republicanos), deputados estaduais e vereadores.

Houve tumulto na entrada do prédio, o que levou o Governo do Estado a publicar uma nota de repúdio à ação.

Segundo o Idema, faltam 17 itens de informação para que o órgão possa concluir a análise do pedido de licença ambiental do projeto. O presidente do Idema, Werner Farkat, explicou que, após o recebimento das informações, será necessário um prazo de até 30 dias para a análise. “Estamos com uma equipe de 25 técnicos trabalhando para agilizar este processo. Mas é preciso que a prefeitura de Natal entregue as informações necessárias”, afirmou Farkat.

Durante o ato, o prefeito Álvaro Dias acusou o Governo do Estado de retardar propositalmente obras na malha viária da capital potiguar.






O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Governadora Fátima Bezerra defende prioridade na obra de engorda da praia de Ponta Negra



Imagem Foto: Elisa Else


A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), declarou em um evento nesta terça-feira (9) que a obra de engorda da Praia de Ponta Negra “sempre foi tocada com toda prioridade” pelo Governo do Estado através do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). A afirmação ocorre após um ato de protesto realizado na segunda-feira (8) em frente à sede do órgão.

“A obra é importantíssima para Natal e para o Rio Grande do Norte. Ela sempre foi tratada com toda prioridade e celeridade pelo Governo através do Idema. Mas sempre respeitando a autonomia técnica do órgão”, disse a governadora.

O evento onde a governadora fez a declaração também apresentou dados e indicadores que destacam o impacto das ações de segurança no turismo do Rio Grande do Norte. Questionada sobre a obra de engorda, Fátima Bezerra garantiu que a orientação da gestão estadual é para dar celeridade ao processo.

Na manhã de segunda-feira, manifestantes exigiram que o Idema concedesse as licenças ambientais necessárias para o início da obra de engorda da Praia de Ponta Negra. O ato, realizado em frente à sede do órgão, contou com a presença do prefeito Álvaro Dias (Republicanos), deputados estaduais e vereadores.

Houve tumulto na entrada do prédio, o que levou o Governo do Estado a publicar uma nota de repúdio à ação.

Segundo o Idema, faltam 17 itens de informação para que o órgão possa concluir a análise do pedido de licença ambiental do projeto. O presidente do Idema, Werner Farkat, explicou que, após o recebimento das informações, será necessário um prazo de até 30 dias para a análise. “Estamos com uma equipe de 25 técnicos trabalhando para agilizar este processo. Mas é preciso que a prefeitura de Natal entregue as informações necessárias”, afirmou Farkat.

Durante o ato, o prefeito Álvaro Dias acusou o Governo do Estado de retardar propositalmente obras na malha viária da capital potiguar.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos