Google lança “Modo Ladrão” no Android para combater roubos de celulares



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Imagem Inteligência artificial será usada para combater roubos de celulares – Foto: Reprodução

O Google oficializou nesta terça-feira (11) o lançamento do “modo ladrão” no Android, anunciado inicialmente durante o Google I/O 2024. Esse novo recurso, projetado para combater roubos de celulares, bloqueia a tela do dispositivo ao detectar um movimento abrupto, como alguém arrancando o aparelho da mão do usuário.

O Brasil é o primeiro país a receber essa funcionalidade, que estará em fase de teste a partir de julho para alguns usuários. Para ativar o “modo ladrão”, o celular deve estar rodando o sistema operacional Android 10 ou superior.

O lançamento no Brasil foi confirmado durante o Google For Brasil 2024, evento anual da empresa para apresentar suas novidades para o mercado local.

O funcionamento do “modo ladrão” é baseado na inteligência artificial e no acelerômetro do celular, o sensor que mede vibração e aceleração. Quando o dispositivo detecta um movimento suspeito de roubo, bloqueia automaticamente a tela, que só pode ser desbloqueada com a senha do usuário.

Segundo o Google, essa tecnologia é capaz de identificar diversos tipos de fuga, seja a pé, de bicicleta, moto ou carro. Após o roubo, uma mensagem informa ao usuário: “Possível roubo detectado: este dispositivo foi bloqueado automaticamente para proteger seus dados”.

O desenvolvimento desse recurso foi motivado por casos reais de roubo de celular, como a atuação da chamada “gangue da bicicleta”, que atua no centro de São Paulo. Em setembro de 2023, lideranças do Android visitaram o Brasil para entender melhor esses cenários e discutir estratégias com autoridades locais.

Além do “modo ladrão”, o Google também anunciou durante o evento o “Bloqueio de dispositivo offline”. Essa funcionalidade bloqueia a tela do smartphone automaticamente caso ele fique sem acesso à internet por um longo período, prevenindo tentativas de desconexão do aparelho para evitar sua localização.

Para facilitar o bloqueio remoto em caso de roubo ou perda do celular, o Google planeja disponibilizar uma página onde os usuários poderão digitar o número do celular para bloquear a tela instantaneamente a partir de outro dispositivo, como um notebook. Para garantir a segurança desse processo, será necessário completar um rápido desafio de segurança antes de efetuar o bloqueio.






O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Google lança “Modo Ladrão” no Android para combater roubos de celulares



Imagem Inteligência artificial será usada para combater roubos de celulares – Foto: Reprodução


O Google oficializou nesta terça-feira (11) o lançamento do “modo ladrão” no Android, anunciado inicialmente durante o Google I/O 2024. Esse novo recurso, projetado para combater roubos de celulares, bloqueia a tela do dispositivo ao detectar um movimento abrupto, como alguém arrancando o aparelho da mão do usuário.

O Brasil é o primeiro país a receber essa funcionalidade, que estará em fase de teste a partir de julho para alguns usuários. Para ativar o “modo ladrão”, o celular deve estar rodando o sistema operacional Android 10 ou superior.

O lançamento no Brasil foi confirmado durante o Google For Brasil 2024, evento anual da empresa para apresentar suas novidades para o mercado local.

O funcionamento do “modo ladrão” é baseado na inteligência artificial e no acelerômetro do celular, o sensor que mede vibração e aceleração. Quando o dispositivo detecta um movimento suspeito de roubo, bloqueia automaticamente a tela, que só pode ser desbloqueada com a senha do usuário.

Segundo o Google, essa tecnologia é capaz de identificar diversos tipos de fuga, seja a pé, de bicicleta, moto ou carro. Após o roubo, uma mensagem informa ao usuário: “Possível roubo detectado: este dispositivo foi bloqueado automaticamente para proteger seus dados”.

O desenvolvimento desse recurso foi motivado por casos reais de roubo de celular, como a atuação da chamada “gangue da bicicleta”, que atua no centro de São Paulo. Em setembro de 2023, lideranças do Android visitaram o Brasil para entender melhor esses cenários e discutir estratégias com autoridades locais.

Além do “modo ladrão”, o Google também anunciou durante o evento o “Bloqueio de dispositivo offline”. Essa funcionalidade bloqueia a tela do smartphone automaticamente caso ele fique sem acesso à internet por um longo período, prevenindo tentativas de desconexão do aparelho para evitar sua localização.

Para facilitar o bloqueio remoto em caso de roubo ou perda do celular, o Google planeja disponibilizar uma página onde os usuários poderão digitar o número do celular para bloquear a tela instantaneamente a partir de outro dispositivo, como um notebook. Para garantir a segurança desse processo, será necessário completar um rápido desafio de segurança antes de efetuar o bloqueio.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos