Corpo de Bombeiros discute bullying e a cultura de paz em colégio de Natal



Imagem Foto: Divulgação
0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Nesta quarta-feira (22), militares do Corpo de Bombeiros realizaram uma palestra no Colégio Monte, em Natal, sobre a Cultura de Paz nas escolas e o combate ao bullying. Ministrada pela Coronel Denise, a palestra foi assistida por mais de 100 alunos. Estima-se que 1 em cada 10 estudantes sofrem bullying constantemente no Brasil, logo a importância em tratar do assunto.
Em muitos casos, a prática do bullying pode acarretar em danos emocionais e psicológicos a longo prazo, podendo levar à depressão e suicídio. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o diagnóstico de depressão cresceu mais de 15% nos últimos anos, afetando principalmente jovens de 15 a 29 anos.

Acredita-se que o tratamento precoce dos casos pode evitar o desenvolvimento da prática, porém é necessário que os profissionais e, principalmente os responsáveis, transmitam confiança aos estudantes de forma que eles sintam liberdade em expressar seus sentimentos e expor situações que acontecem na sua rotina. Laços de confiança abrem caminhos para a solução de grande parte das situações, proporcionando às crianças e adolescentes um melhor convívio social. Por tudo isso, o Colégio Monte se preocupa em tratar sobre um assunto tão importante.

Para diretora pedagógica do Colégio Monte, Mônica Guimarães, educar os alunos sobre o que constitui o bullying – seja físico, verbal ou cibernético – é essencial para que eles possam identificar esses comportamentos em si mesmos e nos outros. “Uma palestra como a realizada hoje na escola fornece estratégias práticas para que os estudantes saibam como agir quando se deparam com situações de bullying, seja como vítimas, testemunhas ou até como agressores em potencial. Professores e administradores também se beneficiam, pois aprendem a reconhecer os sinais de bullying e a intervir de forma eficaz. Esta foi mais uma ação do Colégio Monte sobre o combate ao Bullying. Os nossos alunos tiveram a oportunidade de aprender mais e saírem com o compromisso de estabelecer a ‘Cultura de Paz’ na escola e por onde eles passem”, explica Mônica Guimarães.

De acordo com a Coronel Denise, o comportamento pode ser mudado a partir da conscientização sobre os perigos que o bullying oferece. “Eu vim trazer a mensagem do projeto Abrase-me que fomenta a cultura da paz. A base da cultura de paz é promover valores voltados à igualdade, ao diálogo, à amizade, ao respeito e à harmonia”, argumenta.

Na opinião da aluna Lavinia, da 3ª Série, foi uma experiência extremamente importante. “Acabei aprendendo muito sobre o bullying e as diversas formas que ele aparece e a gente saiu da palestra com a missão de fomentar o projeto paz nas escolas e também usar esse conhecimento para onde a gente passar”, comemora a estudante.




O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte


Corpo de Bombeiros discute bullying e a cultura de paz em colégio de Natal



Imagem Foto: Divulgação


Nesta quarta-feira (22), militares do Corpo de Bombeiros realizaram uma palestra no Colégio Monte, em Natal, sobre a Cultura de Paz nas escolas e o combate ao bullying. Ministrada pela Coronel Denise, a palestra foi assistida por mais de 100 alunos. Estima-se que 1 em cada 10 estudantes sofrem bullying constantemente no Brasil, logo a importância em tratar do assunto.
Em muitos casos, a prática do bullying pode acarretar em danos emocionais e psicológicos a longo prazo, podendo levar à depressão e suicídio. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o diagnóstico de depressão cresceu mais de 15% nos últimos anos, afetando principalmente jovens de 15 a 29 anos.

Acredita-se que o tratamento precoce dos casos pode evitar o desenvolvimento da prática, porém é necessário que os profissionais e, principalmente os responsáveis, transmitam confiança aos estudantes de forma que eles sintam liberdade em expressar seus sentimentos e expor situações que acontecem na sua rotina. Laços de confiança abrem caminhos para a solução de grande parte das situações, proporcionando às crianças e adolescentes um melhor convívio social. Por tudo isso, o Colégio Monte se preocupa em tratar sobre um assunto tão importante.

Para diretora pedagógica do Colégio Monte, Mônica Guimarães, educar os alunos sobre o que constitui o bullying – seja físico, verbal ou cibernético – é essencial para que eles possam identificar esses comportamentos em si mesmos e nos outros. “Uma palestra como a realizada hoje na escola fornece estratégias práticas para que os estudantes saibam como agir quando se deparam com situações de bullying, seja como vítimas, testemunhas ou até como agressores em potencial. Professores e administradores também se beneficiam, pois aprendem a reconhecer os sinais de bullying e a intervir de forma eficaz. Esta foi mais uma ação do Colégio Monte sobre o combate ao Bullying. Os nossos alunos tiveram a oportunidade de aprender mais e saírem com o compromisso de estabelecer a ‘Cultura de Paz’ na escola e por onde eles passem”, explica Mônica Guimarães.

De acordo com a Coronel Denise, o comportamento pode ser mudado a partir da conscientização sobre os perigos que o bullying oferece. “Eu vim trazer a mensagem do projeto Abrase-me que fomenta a cultura da paz. A base da cultura de paz é promover valores voltados à igualdade, ao diálogo, à amizade, ao respeito e à harmonia”, argumenta.

Na opinião da aluna Lavinia, da 3ª Série, foi uma experiência extremamente importante. “Acabei aprendendo muito sobre o bullying e as diversas formas que ele aparece e a gente saiu da palestra com a missão de fomentar o projeto paz nas escolas e também usar esse conhecimento para onde a gente passar”, comemora a estudante.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos