Imagem Cinema tem acesso gratuito – Foto: Reprodução

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Neste sábado (4) o Cineclube Natal promoverá uma mostra de curtas-metragens intitulada “Se as paredes falassem: Natal documentada”. O evento será realizado na Casa do Padre João Maria, localizada no bairro Cidade Alta, com início às 18h. A entrada é gratuita. A seleção conta com cinco obras potiguares cuidadosamente escolhidas por Hugo Braga, o curador. Confira os curtas que serão exibidos:

– “Te Guardo no Bolso da Saudade”, dirigido por Rosy Nascimento;

– “Sêo Inácio (ou o Cinema do Imaginário)”, dirigido por Helio Ronyvon;

– “A Noiva Natal”, dirigido por Heron Condor e Sophia Cabral;

– “Bati da Vila”, dirigido por Raquel Cardozo;

– “Cidade Arrasada”, dirigido por Guesc.

Esta será a segunda mostra de uma série de sete, parte de um projeto contemplado pelo edital da Lei Paulo Gustavo de fomento à cineclubes no Município. Segundo Hugo Braga, a ideia inicial era criar uma experiência mais lúdica e menos didática, porém, ao se depararem com uma riqueza de documentários que retratam a história e as pessoas que moldaram a cidade, perceberam a importância de compartilhar essas narrativas e abordar uma educação patrimonial mais direta.

Todas as sessões do projeto “Revitalização do Cineclube Natal” serão realizadas em espaços culturais da cidade, visando fomentar o debate sobre a participação das pessoas na história local. Hugo Braga, que também é responsável pelo acervo da sede do Cineclube Natal, como aluno do bacharelado em Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande Norte, destaca: “Nosso objetivo é destacar as histórias familiares que habitam nossas ruas, aquelas contadas pelos nossos pais e avós, sendo refletidas no nosso cinema”.

O Potengi

Portal de notícias e conteúdos do Rio Grande do Norte



Cineclube Natal realiza mostra neste sábado



Neste sábado (4) o Cineclube Natal promoverá uma mostra de curtas-metragens intitulada “Se as paredes falassem: Natal documentada”. O evento será realizado na Casa do Padre João Maria, localizada no bairro Cidade Alta, com início às 18h. A entrada é gratuita. A seleção conta com cinco obras potiguares cuidadosamente escolhidas por Hugo Braga, o curador. Confira os curtas que serão exibidos:

– “Te Guardo no Bolso da Saudade”, dirigido por Rosy Nascimento;

– “Sêo Inácio (ou o Cinema do Imaginário)”, dirigido por Helio Ronyvon;

– “A Noiva Natal”, dirigido por Heron Condor e Sophia Cabral;

– “Bati da Vila”, dirigido por Raquel Cardozo;

– “Cidade Arrasada”, dirigido por Guesc.

Esta será a segunda mostra de uma série de sete, parte de um projeto contemplado pelo edital da Lei Paulo Gustavo de fomento à cineclubes no Município. Segundo Hugo Braga, a ideia inicial era criar uma experiência mais lúdica e menos didática, porém, ao se depararem com uma riqueza de documentários que retratam a história e as pessoas que moldaram a cidade, perceberam a importância de compartilhar essas narrativas e abordar uma educação patrimonial mais direta.

Todas as sessões do projeto “Revitalização do Cineclube Natal” serão realizadas em espaços culturais da cidade, visando fomentar o debate sobre a participação das pessoas na história local. Hugo Braga, que também é responsável pelo acervo da sede do Cineclube Natal, como aluno do bacharelado em Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande Norte, destaca: “Nosso objetivo é destacar as histórias familiares que habitam nossas ruas, aquelas contadas pelos nossos pais e avós, sendo refletidas no nosso cinema”.


0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos