PRESIDENTE FÁBIO DIAS MANOBRA PARA ENTERRAR A CPI DO SAAE.



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos


Durante a sessão de ontem (29) ao receber o REQUERIMENTO constando 04 assinaturas, números suficientes para abertura da CPI do SAAE proposta pelos vereadores Paulo César Bejú e João Victor, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz, Fábio Dias, anunciou que irá encaminhar o requerimento para parecer da assessoria jurídica da mesa diretora, que é ligada diretamente a ele e, não, para a assessoria jurídica da Câmara que é independente. 

Esse anunciou foi motivo de revolta do vereador João Victor que ver uma clara manobra na decisão do presidente para enterrar a CPI. 

Segundo João Victor, a assessoria da MESA DIRETORA por ser ligada diretamente ao presidente e ao grupo Tombista jamais dará um parecer favorável a abertura da CPI, pois não tem independência para tal. 

João Victor entende que, se a Câmara tem uma assessoria jurídica concursada, que não olha para cor de partido, nem lado de “situação” ou “oposição” para o bem do poder legislativo toda consulta jurídica deveria ser remetida a esta assessoria. 

Pelo visto, o povo continuará sem água e o SAAE sem ser investigado.

Compartilhe:

PRESIDENTE FÁBIO DIAS MANOBRA PARA ENTERRAR A CPI DO SAAE.




Durante a sessão de ontem (29) ao receber o REQUERIMENTO constando 04 assinaturas, números suficientes para abertura da CPI do SAAE proposta pelos vereadores Paulo César Bejú e João Victor, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz, Fábio Dias, anunciou que irá encaminhar o requerimento para parecer da assessoria jurídica da mesa diretora, que é ligada diretamente a ele e, não, para a assessoria jurídica da Câmara que é independente. 

Esse anunciou foi motivo de revolta do vereador João Victor que ver uma clara manobra na decisão do presidente para enterrar a CPI. 

Segundo João Victor, a assessoria da MESA DIRETORA por ser ligada diretamente ao presidente e ao grupo Tombista jamais dará um parecer favorável a abertura da CPI, pois não tem independência para tal. 

João Victor entende que, se a Câmara tem uma assessoria jurídica concursada, que não olha para cor de partido, nem lado de “situação” ou “oposição” para o bem do poder legislativo toda consulta jurídica deveria ser remetida a esta assessoria. 

Pelo visto, o povo continuará sem água e o SAAE sem ser investigado.

Compartilhe:

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos