Micro e pequenas empresas dominam geração de empregos no RN em 2023 – São Gonçalo se destaca

Emprego


|


são gonçalo do amarante





No decorrer do ano passado, as micro e pequenas empresas se destacaram como os principais motores da geração de empregos formais no Rio Grande do Norte, representando 80% do total de novos postos de trabalho, conforme revelado pelo Mapa do Emprego do RN, uma análise elaborada pelo Sebrae no estado a partir dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de dezembro.

O relatório indica que, dos 22.630 empregos formais criados em 2023, as pequenas empresas foram responsáveis por 80%, contribuindo significativamente para um aumento de 7,79% no saldo de empregos em comparação com o ano anterior, quando foram geradas 20.994 vagas.

Dentre os setores, os serviços lideraram a criação de oportunidades de emprego formal, com destaque para atividades como teleatendimento, que geraram 11.434 empregos. O setor industrial também teve um desempenho notável, com 4.349 novas vagas, especialmente nas áreas de redes de esgoto, excluindo sua gestão. A construção civil registrou um saldo de 3.824 empregos, destacando-se na construção de edifícios.

Apesar de historicamente liderar a abertura de empregos no RN, o setor comercial apresentou um desempenho inferior em 2023, encerrando o ano com um saldo de 1.812 vagas, impulsionado principalmente pelo varejo de mercadorias, com destaque para o segmento supermercadista.

O Mapa do Emprego também revela a distribuição geográfica das vagas criadas, destacando Mossoró como o município com o maior volume de novos empregos, seguido por Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Assú.

Por outro lado, alguns municípios, como Alto do Rodrigues, Riachuelo, Areia Branca, Lagoa Nova e Serra do Mel, registraram perdas de empregos ao longo de 2023.

Fonte: Redação

Imagem: Internet

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments



Micro e pequenas empresas dominam geração de empregos no RN em 2023 – São Gonçalo se destaca


são gonçalo do amarante

Emprego


No decorrer do ano passado, as micro e pequenas empresas se destacaram como os principais motores da geração de empregos formais no Rio Grande do Norte, representando 80% do total de novos postos de trabalho, conforme revelado pelo Mapa do Emprego do RN, uma análise elaborada pelo Sebrae no estado a partir dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de dezembro.

O relatório indica que, dos 22.630 empregos formais criados em 2023, as pequenas empresas foram responsáveis por 80%, contribuindo significativamente para um aumento de 7,79% no saldo de empregos em comparação com o ano anterior, quando foram geradas 20.994 vagas.

Dentre os setores, os serviços lideraram a criação de oportunidades de emprego formal, com destaque para atividades como teleatendimento, que geraram 11.434 empregos. O setor industrial também teve um desempenho notável, com 4.349 novas vagas, especialmente nas áreas de redes de esgoto, excluindo sua gestão. A construção civil registrou um saldo de 3.824 empregos, destacando-se na construção de edifícios.

Apesar de historicamente liderar a abertura de empregos no RN, o setor comercial apresentou um desempenho inferior em 2023, encerrando o ano com um saldo de 1.812 vagas, impulsionado principalmente pelo varejo de mercadorias, com destaque para o segmento supermercadista.

O Mapa do Emprego também revela a distribuição geográfica das vagas criadas, destacando Mossoró como o município com o maior volume de novos empregos, seguido por Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Assú.

Por outro lado, alguns municípios, como Alto do Rodrigues, Riachuelo, Areia Branca, Lagoa Nova e Serra do Mel, registraram perdas de empregos ao longo de 2023.

Fonte: Redação

Imagem: Internet

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments