Eleições em Natal: saiba quem são os prováveis candidatos do governo e da oposição

Angelo Girotto A disputa pela prefeitura de Natal em 2024 já está movimentando o cenário político na cidade. Com diversos nomes cogitados tanto da esquerda quanto da direita, o atual prefeito, Álvaro Dias, ainda não definiu quem será o seu candidato.


|


Imagem Reprodução





As eleições para a Prefeitura de Natal tomam conta das conversas nos cafés e botecos da capital. Contudo, das direções partidárias só vêm movimentos erráticos, que pouco esclarecem sobre os planos dos caciques para 2024.

Diversos nomes são cogitados para a disputa, tanto pela esquerda quanto pela direita, e o atual prefeito, Álvaro Dias (REP), ainda não definiu quem será o seu candidato. E essa é a maior dúvida no jogo sucessório, hoje: quem reunirá condições para ser o indicado da base aliada de Álvaro na disputa.

Candidato de Álvaro

Álvaro Dias até sinalizou, recentemente, que poderia discutir uma aliança com a candidata petista Natália Bonavides. Se ela “amadurecer”, disse o prefeito.

A resposta de Natália e de seus aliados mais próximos mostrou que não qualquer interesse da parte deles nesse diálogo. Por ora, os canais estão fechados.

Dentre os assessores mais próximos a Álvaro, é a secretaria de Planejamento Joanna Guerra. É Joanna quem melhor resistiu ao teste da opinião pública em todas as muitas especulações e sondagens de terreno que foram feitas.

Outro nome que vem crescendo nas bolsas de aposta é o de Rafael Motta (PSB). O ex-deputado federal inclusive assumiu na semana passada a secretaria de Esportes da capital, sendo agora integrante do time de Álvaro Dias.

Já Paulinho Freire segue recebendo declarações públicas de vereadores em apoio a sua eventual candidatura. Contudo, o deputado federal do União Brasil anunciou há poucas semanas que apoiaria um candidato oriundo da aliança entre os quatro principais partidos da direita potiguar: UB, PSDB, PP e PL. Onde Álvaro entraria nessa equação não se sabe.

PT já tem nome

Enquanto isso, do outro lado do espectro político, a deputada federal Natália Bonavides já foi definida pelo PT como a pré-candidata da esquerda para tentar, pela primeira vez, a vitória na capital potiguar. Com o apoio da governadora Fátima Bezerra e do presidente Lula, Bonavides surge com força para conquistar a prefeitura da cidade em 2024.

Fátima Bezerra e Lula da Silva venceram em Natal nos dois turnos em 2022, mesmo com o apoio do prefeito Álvaro Dias para Fábio Dantas (SDD) no 1º Turno e Jair Bolsonaro (PL) no 2º Turno.

Carlos Eduardo segue liderando a disputa

Em se tratando de eleição para a Prefeitura da capital, é quase obrigatória a menção ao nome do 4 vezes ex-prefeito Carlos Eduardo. Carlos figurou em todas as pesquisas de intenções de voto como o nome mais forte para suceder Álvaro Dias.

Derrotado na eleição para o Senado em 2022, Carlos poderá buscar sua reabilitação voltando ao comando de Natal. Mas para tanto terá que enfrentar grandes desafios. Mesmo os vereadores de seu partido tendem a apoiar outro candidato. A preferência parece ser por Paulinho Freire.

Ainda, com a pré-candidatura de Natália, Carlos vê mais distante do apoio de seu maior aliado no momento, o PT.

Já as portas da oposição à Fátima Bezerra talvez lhe estejam definitavamente fechadas, se levarmos ao pé da letra as declarações recentes do prefeito Álvaro Dias.

Mas em política, não duvidemos que possa ressurgir como candidato apoiado pelo PT ou mesmo pelo prefeito. E quem sabe, apesar de tudo, como candidato sem o apoio de ambos.

Esquerda poderá ter outros nomes

O PSOL vem se fortalecendo para 2024 na capital. Anunciou neste mês a filiação do ex-vereador Fernando Lucena e se especula a chegada de outros nomes de impacto na chapa proporcional.

O partido tem por tradição disputar o primeiro com candidato próprio, e em 2024 não deverá ser diferente. Agora sob o comando de Sandro Pimentel, o que não se sabe é se o PSOL irá entrar com força na majoritária ou jogar todas as suas principais fichas na disputa pelas 29 cadeiras de vereador.

Outros nomes pela direita

Mais à direita, o nome que merece maior atenção é o do deputado estadual Luiz Eduardo (SDD). Mesmo não integrando o pacotão da direita anunciado em Brasília pelos quatro partidos, Luiz Eduardo já se mostrou um político preparado e capaz, tendo inclusive uma administração aprovada pela população em Maxaranguape.

Já o militar Wendel Lagartixa (PL) segue sendo visto como possível candidato da ala mais extremista da direita. Isso apesar de ele estar inelegível até 2029. É muito, mas muito improvável que sua atual situação se reverta.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments



Eleições em Natal: saiba quem são os prováveis candidatos do governo e da oposição


Imagem Reprodução

Angelo Girotto A disputa pela prefeitura de Natal em 2024 já está movimentando o cenário político na cidade. Com diversos nomes cogitados tanto da esquerda quanto da direita, o atual prefeito, Álvaro Dias, ainda não definiu quem será o seu candidato.


As eleições para a Prefeitura de Natal tomam conta das conversas nos cafés e botecos da capital. Contudo, das direções partidárias só vêm movimentos erráticos, que pouco esclarecem sobre os planos dos caciques para 2024.

Diversos nomes são cogitados para a disputa, tanto pela esquerda quanto pela direita, e o atual prefeito, Álvaro Dias (REP), ainda não definiu quem será o seu candidato. E essa é a maior dúvida no jogo sucessório, hoje: quem reunirá condições para ser o indicado da base aliada de Álvaro na disputa.

Candidato de Álvaro

Álvaro Dias até sinalizou, recentemente, que poderia discutir uma aliança com a candidata petista Natália Bonavides. Se ela “amadurecer”, disse o prefeito.

A resposta de Natália e de seus aliados mais próximos mostrou que não qualquer interesse da parte deles nesse diálogo. Por ora, os canais estão fechados.

Dentre os assessores mais próximos a Álvaro, é a secretaria de Planejamento Joanna Guerra. É Joanna quem melhor resistiu ao teste da opinião pública em todas as muitas especulações e sondagens de terreno que foram feitas.

Outro nome que vem crescendo nas bolsas de aposta é o de Rafael Motta (PSB). O ex-deputado federal inclusive assumiu na semana passada a secretaria de Esportes da capital, sendo agora integrante do time de Álvaro Dias.

Já Paulinho Freire segue recebendo declarações públicas de vereadores em apoio a sua eventual candidatura. Contudo, o deputado federal do União Brasil anunciou há poucas semanas que apoiaria um candidato oriundo da aliança entre os quatro principais partidos da direita potiguar: UB, PSDB, PP e PL. Onde Álvaro entraria nessa equação não se sabe.

PT já tem nome

Enquanto isso, do outro lado do espectro político, a deputada federal Natália Bonavides já foi definida pelo PT como a pré-candidata da esquerda para tentar, pela primeira vez, a vitória na capital potiguar. Com o apoio da governadora Fátima Bezerra e do presidente Lula, Bonavides surge com força para conquistar a prefeitura da cidade em 2024.

Fátima Bezerra e Lula da Silva venceram em Natal nos dois turnos em 2022, mesmo com o apoio do prefeito Álvaro Dias para Fábio Dantas (SDD) no 1º Turno e Jair Bolsonaro (PL) no 2º Turno.

Carlos Eduardo segue liderando a disputa

Em se tratando de eleição para a Prefeitura da capital, é quase obrigatória a menção ao nome do 4 vezes ex-prefeito Carlos Eduardo. Carlos figurou em todas as pesquisas de intenções de voto como o nome mais forte para suceder Álvaro Dias.

Derrotado na eleição para o Senado em 2022, Carlos poderá buscar sua reabilitação voltando ao comando de Natal. Mas para tanto terá que enfrentar grandes desafios. Mesmo os vereadores de seu partido tendem a apoiar outro candidato. A preferência parece ser por Paulinho Freire.

Ainda, com a pré-candidatura de Natália, Carlos vê mais distante do apoio de seu maior aliado no momento, o PT.

Já as portas da oposição à Fátima Bezerra talvez lhe estejam definitavamente fechadas, se levarmos ao pé da letra as declarações recentes do prefeito Álvaro Dias.

Mas em política, não duvidemos que possa ressurgir como candidato apoiado pelo PT ou mesmo pelo prefeito. E quem sabe, apesar de tudo, como candidato sem o apoio de ambos.

Esquerda poderá ter outros nomes

O PSOL vem se fortalecendo para 2024 na capital. Anunciou neste mês a filiação do ex-vereador Fernando Lucena e se especula a chegada de outros nomes de impacto na chapa proporcional.

O partido tem por tradição disputar o primeiro com candidato próprio, e em 2024 não deverá ser diferente. Agora sob o comando de Sandro Pimentel, o que não se sabe é se o PSOL irá entrar com força na majoritária ou jogar todas as suas principais fichas na disputa pelas 29 cadeiras de vereador.

Outros nomes pela direita

Mais à direita, o nome que merece maior atenção é o do deputado estadual Luiz Eduardo (SDD). Mesmo não integrando o pacotão da direita anunciado em Brasília pelos quatro partidos, Luiz Eduardo já se mostrou um político preparado e capaz, tendo inclusive uma administração aprovada pela população em Maxaranguape.

Já o militar Wendel Lagartixa (PL) segue sendo visto como possível candidato da ala mais extremista da direita. Isso apesar de ele estar inelegível até 2029. É muito, mas muito improvável que sua atual situação se reverta.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments