Mara terá diante de si cenário adverso

Joca Basílio Há uma forte tendência à favor de Joca, e o emedebismo enfrentará uma dura eleição.


|


Imagem Prefeitura Municipal de Riachuelo





Na última quinta-feira (21), o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) lançou a ex-prefeita Mara Cavalcanti como pré-candidata à Prefeitura de Riachuelo. Mara administrou a cidade entre 2013 e 2020, e enfrentará João Basílio (PSB), o Joca, que buscará reeleição.

O lançamento da pré-candidatura ocorreu a noite, e a tarde foi divulgada pesquisa que mostra Joca bem à frente de Mara. Pesquisa Perfil/Blog do BG, constatou que no cenário estimulado, o mandatário lidera com 59%, contra 28% da emedebista. Se não foi um balde de água fria no encontro bacurau, a pesquisa mostra que o MDB terá tarefa hercúlea para reconquistar o poder municipal.

Mara não fez seu sucessor, e o MDB nem sequer contou com candidatura majoritária no pleito de 2020, em que Joca, derrotado por Mara em 2016, venceu com quase dois terços dos votos. Além da popularidade do alcaide, que conta com uma administração aprovada por 77% dos riachuelenses, pesa contra Mara a reprovação com que encerrou seu governo.

A ex-prefeita não é mais a popular que venceu em 2012, nem a reeleita que se sobressaiu na defensiva em 2016. Joca é o favorito para renovar o mandato, e tem agregado apoios importantes ao seu projeto. Prova da popularidade é que em vídeo que lançou a pré-candidatura emedebista, em dado momento, é citado positivamente o nome do pessebista. Não será nada fácil alijar Joca do poder, e o MDB, mesmo recorrendo à nostalgia bacurau, sabe muito bem disso.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments



Mara terá diante de si cenário adverso


Imagem Prefeitura Municipal de Riachuelo

Joca Basílio Há uma forte tendência à favor de Joca, e o emedebismo enfrentará uma dura eleição.


Na última quinta-feira (21), o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) lançou a ex-prefeita Mara Cavalcanti como pré-candidata à Prefeitura de Riachuelo. Mara administrou a cidade entre 2013 e 2020, e enfrentará João Basílio (PSB), o Joca, que buscará reeleição.

O lançamento da pré-candidatura ocorreu a noite, e a tarde foi divulgada pesquisa que mostra Joca bem à frente de Mara. Pesquisa Perfil/Blog do BG, constatou que no cenário estimulado, o mandatário lidera com 59%, contra 28% da emedebista. Se não foi um balde de água fria no encontro bacurau, a pesquisa mostra que o MDB terá tarefa hercúlea para reconquistar o poder municipal.

Mara não fez seu sucessor, e o MDB nem sequer contou com candidatura majoritária no pleito de 2020, em que Joca, derrotado por Mara em 2016, venceu com quase dois terços dos votos. Além da popularidade do alcaide, que conta com uma administração aprovada por 77% dos riachuelenses, pesa contra Mara a reprovação com que encerrou seu governo.

A ex-prefeita não é mais a popular que venceu em 2012, nem a reeleita que se sobressaiu na defensiva em 2016. Joca é o favorito para renovar o mandato, e tem agregado apoios importantes ao seu projeto. Prova da popularidade é que em vídeo que lançou a pré-candidatura emedebista, em dado momento, é citado positivamente o nome do pessebista. Não será nada fácil alijar Joca do poder, e o MDB, mesmo recorrendo à nostalgia bacurau, sabe muito bem disso.

Compartilhe:


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments