Tony Fernandes vai aceitar rebaixamento político ?



0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos

Dois balões de ensaio nessa semana circundaram o nome de Tony Fernandes (SDD), vereador mossoroense em 1º mandato, e líder da oposição na Câmara. O primeiro dá conta que Fernandes poderia ser o vice da ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP), que parece mesmo disposta a enfrentar, mais uma vez, Allyson Bezerra (UB).

O segundo balão é que Fernandes é a opção para ser o vice do presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Lawrence Amorim (SDD). Nesse traçado Lawrence sairia candidato à prefeitura com o apoio do senador Rogério Marinho (PL).

Tony está de saída do Solidariedade (SDD) e tem conversas adiantadas para migrar para o Avante (AVAN).

O que surpreende é a falta de tato político de Fernandes. Aceitar alguma das opções pode trazer sérios riscos a sua inicial carreira eletiva. O vereador foi eleito em 2020 com a 5ª maior votação para o Legislativo. Em 2022 se lançou a deputado estadual, sendo o 2º colocado nas urnas de Mossoró, perdendo por pouco para o candidato apoiado por Allyson.

Tony tem potencial para levantar voo na política municipal, contudo, não está trabalhando para elevar seu nome à competitividade. Até pouco tempo o edil causava certo amedrontamento no Palácio da Resistência, sede da municipalidade, justamente porque seu prenome tem ares de novidade, com condições para emparedar Allyson.

Se Tony escolher uma posição que o coloque em escanteio no pleito deste ano, joga pela janela as chances de pavimentar sua estrada rumo à melhores condições eleitorais em 2026 e 2028.

Compartilhe:

Tony Fernandes vai aceitar rebaixamento político ?



Dois balões de ensaio nessa semana circundaram o nome de Tony Fernandes (SDD), vereador mossoroense em 1º mandato, e líder da oposição na Câmara. O primeiro dá conta que Fernandes poderia ser o vice da ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP), que parece mesmo disposta a enfrentar, mais uma vez, Allyson Bezerra (UB).

O segundo balão é que Fernandes é a opção para ser o vice do presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Lawrence Amorim (SDD). Nesse traçado Lawrence sairia candidato à prefeitura com o apoio do senador Rogério Marinho (PL).

Tony está de saída do Solidariedade (SDD) e tem conversas adiantadas para migrar para o Avante (AVAN).

O que surpreende é a falta de tato político de Fernandes. Aceitar alguma das opções pode trazer sérios riscos a sua inicial carreira eletiva. O vereador foi eleito em 2020 com a 5ª maior votação para o Legislativo. Em 2022 se lançou a deputado estadual, sendo o 2º colocado nas urnas de Mossoró, perdendo por pouco para o candidato apoiado por Allyson.

Tony tem potencial para levantar voo na política municipal, contudo, não está trabalhando para elevar seu nome à competitividade. Até pouco tempo o edil causava certo amedrontamento no Palácio da Resistência, sede da municipalidade, justamente porque seu prenome tem ares de novidade, com condições para emparedar Allyson.

Se Tony escolher uma posição que o coloque em escanteio no pleito deste ano, joga pela janela as chances de pavimentar sua estrada rumo à melhores condições eleitorais em 2026 e 2028.

Compartilhe:

0 0 Avaliações
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos